A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-21T16:18:48-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
O poder das redes

Facebook, de Mark Zuckerberg, pega Rússia e Irã tentando intervir nas eleições dos EUA em 2020

Notícia vem em meio a uma ofensiva que a gigante das redes sociais tem feito para combater ataques nas eleições mundo afora

21 de outubro de 2019
16:18
Presidente dos EUA, Donald Trump; Facebook; Mark Zuckerberg
Imagem: Shutterstock

Em meio às tentativas de combater interferências virtuais nas eleições norte-americanas de 2020, o Facebook acabou encontrando dois importantes focos de ilegalidades em sua plataforma. Em entrevista à NBC News, o CEO Mark Zuckerberg disse que a empresa frustrou recentemente novas ações da Rússia e do Irã, lugares que ele considera a base para futuras manipulações.

A notícia vem à tona no momento em que a gigante das redes sociais se prepara para combater ataques nas eleições mundo afora. Entre as ações está uma maior transparência às origens das páginas do Facebook, além de aprimorar a verificação de fatos e notícias classificadas como falsas. Atualmente, o Facebook conta com mais de 35.000 pessoas trabalhando em questões de segurança.

Segundo Zuckerberg, o trabalho tem se intensificado e se tornado cada vez mais difícil. "Continuamos vendo suas táticas evoluindo (...) encontramos um conjunto de campanhas. Elas são altamente sofisticadas. Elas sinalizam que esses estados-nações pretendem ser ativos nas próximas eleições", disse o CEO da rede social na entrevista à NBC.

Brasil na rota de ação

Zuckerberg também afirmou que a China tentou interferir em vários processos eleitorais pelo mundo. Todos eles, no entanto, foram identificados e barrados.

Apesar do desafio, Zuckerberg fez campanha a favor se sua empresa e se disse otimista com os resultados entregues pelo setor de inteligência nas recentes eleições - incluindo a brasileira, que conduziu Jair Bolsonaro ao Palácio do Planalto.

"Parte do motivo de eu estar confiante em 2020 é que temos desempenhado um papel na defesa contra interferências em todas as principais eleições do mundo desde 2016, na França, na Alemanha, na UE em geral, na Índia, no México , no Brasil."

Dentro do debate

Desde que o Facebook se viu no centro de um escândalo de vazamento de dados, Zuckerberg tem sofrido duras críticas quanto à segurança da rede social. E essa tensão deve chegar, inclusive, aos debates eleitorais nos Estados Unidos.

A pré-candidata democrata Elizabeth Warren, por exemplo, já chegou a defender o fim do Facebook. Na ala republicana, o senador Josh Hawley, do Missouri, fez críticas à plataforma alegando ser inclinada contra os conservadores.

Foco no futuro

Mesmo com todas as operações de combate à campanhas ilegais, o Facebook entrou em estágio de alerta para o processo que vai decidir o futuro líder da Casa Branca.

Sobre o caso da Rússia e o Irã, a empresa removeu quatro redes de contas, páginas e grupos no Facebook e Instagram que haviam se envolvido em "comportamento inautêntico coordenado". Três dessas redes tiveram origem no Irã e uma na Rússia.

*Com informações da NBC News.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

o melhor do seu dinheiro

Ibovespa faz o dever de casa, o futuro das petroleiras e quem vai ficar com Congonhas; confira os destaques do dia

18 de agosto de 2022 - 18:40

Passado o grande evento da semana — a divulgação de ontem (17) da ata da última reunião do Federal Reserve — os investidores tiveram pouco com o que trabalhar nesta quinta-feira (18), levando as bolsas globais a mais um dia de muita volatilidade.  A cautela inicial em Nova York e a subida dos juros futuros […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies