🔴 AÇÃO QUE JÁ DISPAROU 1.200% E AINDA ESTÁ BARATA – VEJA QUAL

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Oito europeus no TOP 10

Com Suíça no topo, Europa domina ranking dos países com maior potencial de talentos empreendedores

Estudo divulgado pela Insead mostra que as classificações mais altas estão associadas a níveis de renda mais elevados nas nações; Brasil ocupa a 72ª posição

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
21 de janeiro de 2019
16:08 - atualizado às 10:40
Europa se firma como potência mundial de talentos - Imagem: Shutterstock

Mesmo sendo considerada por muitos o símbolo do "velho mundo", a Europa segue como principal polo mundial de talentos empreendedores. O Índice Global de Competitividade por Talentos de 2019, divulgado pela Insead, revelou que apenas dois países não-europeus estão entre as dez nações mais bem classificados no ranking. Na liderança da lista está a Suíça, seguida por Cingapura e Estados Unidos.

O estudo mostra que as melhores classificações estão associadas a níveis de renda mais elevados nas nações. No geral, economias mais ricas têm estabilidade para investir em ensino permanente, reforçando qualificações, atraindo e retendo talentos globais.

De acordo com o relatório, o que sustenta o título de potência de talentos da Europa são grandes universidades e um setor educacional forte. Questões sobre o tema talentos se tornaram uma preocupação generalizada para empresas, nações e cidades, onde o desempenho dessas pessoas é visto como um fator fundamental para o crescimento e a prosperidade.

Na contramão desse fluxo, o documento aponta que países da Ásia, América Latina e África observaram uma erosão progressiva de suas bases de talentos, fator que justifica um desempenho ruim no ranking global. O Brasil, por exemplo, aparece apenas na 72ª posição, com 37,57 pontos, apesar de ser um dos destaques regionais em talentos.

Foco nos empreendedores

O relatório da Insead de 2019 passou a avaliar de modo especial o desenvolvimento do chamados "talentos empreendedores". Na avaliação foram consideradas variáveis como o encorajamento, o cultivo e o desenvolvimento dos talentos no mundo e como isso afeta a competitividade relativa de economias diferentes.

Os resultados também apontaram que novos métodos estão surgindo para estimular talentos empreendedores e intraempreendedores, bem como empregados preparados para o futuro.

Ranking por cidade

Outro ponto que chama a atenção no relatório é o fato de as cidades, mais do que os países, exercerem papéis mais fortes como centros de talentos. Os dados mostram que a importância crescente dos municípios se deve à alta capacidade de mutação e flexibilidade em sua legislação, com políticas econômicas em menor escala que podem ser implementadas e alteradas de forma mais ágil.

Nesse sentido, a Insead também elaborou um ranking das cidades mais atraentes para talentos empreendedores. O topo do ranking em 2019 ficou com Washington, seguida por Copenhague, Oslo, Viena e Zurique. O relatório mostra que a posição da capital estadunidense é reflexo do seu forte desempenho em quatro dos cinco pilares medidos na pesquisa: "ser global", "atrair", "crescer" e "capacitar".

Entre as cidades brasileiras, São Paulo é a mas bem posicionada no ranking. A capital paulista aparece na 88ª posição, com 30,9 pontos.

Compartilhe

EM LIBERDADE

Entenda por que o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, e os pastores foram soltos por ordem de desembargador

23 de junho de 2022 - 16:15

Enquanto isso, o Senado consegue o número mínimo de assinaturas para a abertura de uma CPI sobre o caso; confira os próximos passos que devem ser tomados

MANDADO DA PF

Entenda por que o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi preso — e saiba quem são os pastores envolvidos no caso

22 de junho de 2022 - 12:43

A operação conduzida pela Polícia Federal investiga a responsabilidade do ex-ministro no caso do gabinete paralelo do MEC e também tem como alvos os pastores Gilmar dos Santos e Arilton Moura

NA SAÚDE E NA DOENÇA

Parceria bilionária entre Dasa (DASA3) e Inspirali, da Ânima (ANIM3), sai do papel com foco em formação médica; confira detalhes do projeto

18 de maio de 2022 - 13:40

Iniciativa deve beneficiar os mais de 10 mil estudantes de Medicina da Inspirali assim como os médicos que fazem parte das mais de 900 unidades de medicina diagnóstica e hospitais da Dasa

DESTAQUES DO PREGÃO

Cogna (COGN3) dispara quase 20% após balanço surpreendente e puxa o setor de educação para o alto; Yduqs (YDUQ3) sobe 9,41%

25 de março de 2022 - 14:51

O prejuízo ajustado da Cogna (COGN3) caiu 87,3% no trimestre, para R$ 74,9 milhões; sem ajuste, a empresa teve lucro de R$ 65 milhões

NA FILA DA APROVAÇÃO

Será que a Cogna (COGN3) passou de ano? Goldman Sachs corta preço-alvo e agora vê potencial de alta de 11% para ação; confira as novas estimativas

31 de janeiro de 2022 - 14:06

Empresa do setor de educação vem sofrendo com a redução dos recursos do Fies e com o efeito da pandemia sobre seu público-alvo, o que leva a uma baixa anual acumulada de quase 50% dos seus papéis

DESFIBRILANDO VALOR

Aporte de R$ 1 bilhão destrava valor na Ânima; ação dispara quase 30% na B3, e XP recomenda compra

30 de novembro de 2021 - 12:39

Para analistas, aporte bilionário condicionado a reorganização societária deve destravar valor e diminuir alavancagem da instituição de ensino

Ações para ficar de olho

Cogna (COGN3), Yduqs (YDUQ3), Ser (SEER3) ou Ânima (ANIM3)? Qual a melhor ação para a sua carteira passar de ano?

2 de outubro de 2021 - 7:49

O setor de educação foi afetado pela Covid. Veja algumas ideias de investimento em Cogna (COGN3), Yduqs (YDUQ3), Ser (SEER3) e Ânima (ANIM3)

Cardápio de balanços

Reta final com IRB, Yduqs, Cruzeiro do Sul, Cemig e Gafisa – Os resultados que podem mexer com o mercado nesta terça

17 de agosto de 2021 - 7:55

Empresas que deixaram para apresentar seus números do segundo trimestre no último dia do prazo ficam no radar dos investidores

Mais uma prova

Vai animar o mercado? Ânima Educação (ANIM3) consegue melhorar resultados financeiros e operacionais no segundo trimestre

16 de agosto de 2021 - 7:23

Lucro, Ebitda e base de alunos cresceram na comparação com o ano passado, enquanto a proporção de desistências nos cursos de graduação recuou

Sem empolgação

Melhora muito aguardada: Cogna (COGN3) sobe com trimestre melhor que o esperado, mas futuro ainda inspira cautela

13 de agosto de 2021 - 14:37

Empresa diminuiu bastante seu prejuízo, mas analistas preferem esperar um ponto de inflexão mais claro na geração de caixa livre

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar