Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:09:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Sem acordo

Trump volta ao Twitter para dizer que ‘não vai ceder’ quanto ao muro da fronteira

Em meio à paralisação parcial do governo (shutdown) que já completa 30 dias, presidente americano reforçou que muro diminuirá índices de criminalidade no país

22 de janeiro de 2019
11:18 - atualizado às 14:09
Donald Trump, presidente americano
Donald Trump - Imagem: shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou ao Twitter nesta terça-feira, 22, para dizer que 'não vai ceder' em relação à construção de seu muro na fronteira com o México.

Com a paralisação parcial do governo (shutdown) completando 30 dias, o presidente norte-americano disse que "com um muro ou barreira de aço poderosa, índices de criminalidade (e drogas) vão cair substancialmente em todo os EUA" e que os democratas sabem disso, mas querem jogar jogos políticos".

A declaração pode voltar a levar preocupação ao mercado, que esperava um acordo o quanto antes já que a paralisação pode começar a trazer vários prejuízos à economia dos EUA.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies