Menu
2019-02-28T09:00:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fim antecipado

Estados Unidos e Coreia do Norte encerram encontro após fracasso nas negociações

Falta de acordo sobre as sanções impostas por Washington antecipou o fim da segunda cúpula entre os países

28 de fevereiro de 2019
8:19 - atualizado às 9:00
O presidente dos EUA Donald Trump
O presidente americano Donald Trump - Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e o líder da Coreia do Norte, Kim Jung-un, anteciparam o fim da segunda reunião de cúpula entre os países. Trump disse nesta quinta-feira, 28, que a decisão surgiu após a falta de acordo sobre as sanções que Washington impôs ao regime de Pyongyang.

"Não seria uma boa coisa assinar qualquer coisa", disse Trump, durante coletiva de imprensa que se seguiu à cúpula em Hanói, capital do Vietnã. "Nós tínhamos algumas opções e, neste momento, decidimos não seguir nenhuma das opções."

Segundo o presidente, as conversas dos dois últimos dias foram muito produtivas e num clima bastante amigável, e os EUA querem manter o relacionamento com Kim, mas, diante das divergências ainda existentes, não seria apropriado assinar um acordo no momento.

A primeira cúpula entre Trump e Kim ocorreu em junho do ano passado, em Cingapura. Trump não se comprometeu com um terceiro encontro.

"Basicamente, eles (os norte-coreanos) queriam que as sanções fossem totalmente suspensas e não podíamos fazer isso", disse Trump. "Eles estavam dispostos a desnuclearizar grandes porções de áreas que queríamos, mas não podíamos abrir mão de todas as sanções por isso. Então, vamos continuar a trabalhar e veremos, mas tínhamos que rejeitar essa sugestão em particular."

Trump disse ainda que Kim ofereceu desmantelar o complexo nuclear de Yongbyon em troca do fim das sanções, o que não foi aceito pelos negociadores americanos. Segundo o presidente, todas as sanções atuais contra Pyongyang continuam em vigor. "Kim tem uma certa visão, mas não a que queremos", disse, destacando, porém, que o líder norte-coreano se comprometeu a não realizar mais testes nucleares ou de mísseis.

Durante a coletiva, Trump também falou sobre o depoimento de seu ex-advogado Michael Cohen, durante audiência ontem no Congresso americano. De acordo com Trump, Cohen "mentiu muito" em seu depoimento, mas, por outro lado, enfatizou que não houve conluio entre a equipe de campanha eleitoral do republicano e a Rússia em 2016.

Durante a audiência, Cohen acusou Trump de conduta criminosa durante exercício do mandato, classificando-o de "vigarista" e "trapaceiro".

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies