Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-06T10:10:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
peso da americana

Impactado pelo WeWork, SoftBank revela perda de US$ 6,5 bilhões no trimestre

Esse é o primeiro prejuízo operacional da companhia em 14 anos; no mesmo período do ano passado, a companhia havia lucrado 705 bilhões de ienes

6 de novembro de 2019
7:58 - atualizado às 10:10
Masayoshi Son, fundador do SoftBank
Masayoshi Son, fundador do SoftBank - Imagem: Shutterstock

O grupo japonês SoftBank registrou uma perda de US$ 6,5 bilhões (704 bilhões de ienes) no terceiro trimestre, impulsionado por algumas de suas maiores apostas tecnológicas, como Uber e WeWork. Esse é o primeiro prejuízo operacional da companhia em 14 anos.

A cifra supera a projeção de analistas consultados pela Bloomberg, que esperavam um prejuízo de 230,8 bilhões de ienes. No mesmo período do ano passado, a companhia havia lucrado 705 bilhões de ienes.

Na segunda-feira, o Financial Times publicou que Masayoshi Son, o fundador do SoftBank, disse a pessoas próximas que havia "criado um monstro" com o investimento no WeWork. Em conferência realizada nesta quarta-feira (6), ele admitiu ter feito um julgamento equivocado do CEO da startup, Adam Neumann.

A desconfiança do mercado sobre a WeWork se tornou evidente a partir da divulgação dos números da companhia, que revelaram um prejuízo de US$ 1,9 bilhão em 2018. Somaram-se preocupações com conflitos de interesse e sobre a capacidade do CEO, Adam Neumann, de liderar uma empresa de capital aberto.

Desde janeiro, o valor de mercado da startup despencou de US$ 47 bilhões para 8 bilhões. No primeiro semestre deste ano, a empresa teve prejuízo de US$ 900 milhões.

Nas últimas semanas, veio a público a informação de que o SofBank deve injetar entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões para ficar com cerca de 70% do WeWork. O aporte deve reduzir a participação de Neumann, que deixou recentemente o posto de CEO da companhia.

Já a Uber perdeu mais de um quarto de seu valor desde que abriu capital. A empresa registrou um prejuízo líquido de US$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre. Outros investimentos do SoftBank, como Slack e Guardant Health, também tiveram queda no valor de mercado ao longo do trimestre, segundo a Reuters.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies