Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-09T14:27:11-03:00
Estadão Conteúdo
quem tá bem na praça?

Inadimplência das empresas cai 9,8% no 1º trimestre, diz Boa Vista SCPC

Na comparação com o último trimestre de 2018, porém, houve ligeira alta de 0,1%, na série com ajuste sazonal

9 de maio de 2019
12:46 - atualizado às 14:27
Escritório de startup
Imagem: Shutterstock

O processo de desalavancagem do setor privado segue firme, revelam dados da Boa Vista SCPC antecipados ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

No primeiro trimestre de 2019, houve retração de 9,8% nos registros de inadimplência empresarial em relação aos três primeiros meses do ano passado. Na comparação com o último trimestre de 2018, porém, houve ligeira alta de 0,1%, na série com ajuste sazonal.

Já no acumulado em 12 meses, a Boa Vista aferiu queda de 11,1% em relação ao período equivalente anterior.

De acordo com a Boa Vista, as reduções nos índices de inadimplência tiveram início no começo de 2017, porém por uma maior restrição na concessão de crédito.

"Com a gradual melhora da situação econômica, as empresas observaram aumento nas receitas, inflação menor e juros em queda, fatores que têm auxiliado a amenização dos fluxos de inadimplência", diz a entidade em nota.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Alta da Selic, bons números da Weg, IPO do Nubank e dividendos da Gerdau: veja o que marcou o mercado hoje

Há cerca de um mês, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade não mudaria o “plano de voo” a cada novo dado da economia brasileira. Mas, veja só, a realidade obrigou a instituição a recalcular a rota: há pouco, o Copom elevou a Selic em 1,50 ponto percentual, ao […]

Referência em SP

Na corrida do setor de saúde, Rede D’Or (RDOR3) garante fôlego com a compra do Hospital Santa Isabel

O ativo está avaliado em R$ 280 milhões. Porém, conforme explica a empresa, seu endividamento líquido será deduzido na conta final da transação

Ser conservador compensa

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 7,75%

Agora até a poupança ganha da inflação projetada. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom sobre a Selic

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado do Copom a respeito da Selic; a taxa básica de juros foi elevada ao patamar de 7,75% ao ano

CRYPTO NEWS

Sobrevivendo aos altos e baixos do bitcoin: veja sete ensinamentos para os ciclos de criptomoedas

Manter a saúde mental e financeira é um desafio para os investidores do mundo cripto, especialmente em meio ao bull market atual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies