2019-05-30T13:09:36-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Deixou de ser o mundo ideal

Mickey de malas prontas? Aprovação de lei antiaborto pode tirar produções da Disney (e de outras gigantes) da Geórgia

Para o CEO da Disney, Bob Iger, continuar no Estado da Geórgia será impraticável se a lei antiaborto entrar em vigor pois funcionários não querem permanecer trabalhando no local

30 de maio de 2019
12:59 - atualizado às 13:09
Mickey, Disney
Imagem: Shutterstock

As coisas podem ficar complicadas para o Estado americano da Georgia se os políticos locais decidirem seguir com a lei antiaborto assinada no início do mês. Após a Netflix anunciar que pode deixar o Estado, agora foi a vez do CEO da Disney, Bob Iger, dizer que seria muito difícil continuar utilizando o local para a produção dos seus filmes.

A lei, que deve entrar em vigor em janeiro, foi assinada no último dia 7por Brian Kemp, governador da Geórgia.  E, se passar por todas as fases legais, restringirá o acesso de mulheres ao aborto. O procedimento não será mais possível após a detecção de batidas cardíacas no feto, o que normalmente ocorre na 6ª semana de gestação, tempo inferior ao que muitas mulheres levam para descobrir a gravidez.

Para Iger, continuar no Estado após a aprovação da lei "seria impraticável". Em entrevista à Reuters, o CEO da Disney comentou que muitas das pessoas que hoje trabalham na produção dos filmes não querem continuar no Estado e já avisou: a companhia está estudando o assunto cuidadosamente.

Você pode não até não saber, mas são nos estúdios da Geórgia que a maior parte da magia hollywoodiana acontece.  Foi no Estado que a Disney filmou alguns dos seus mais recentes sucessos, como Pantera Negra e Vingadores: Ultimato.

A escolha de diversas produtoras pelo Estado não é só coincidência. A Geórgia oferece grandes desonerações tributárias aos estúdios, se tornando um dos oásis do entretenimento americano. E se só as declarações do Mickey já deveriam acender o sinal de alerta, a situação fica ainda pior para a indústria local. Outros atores e produtores já haviam indicado que deixariam o local se a lei realmente entrar em vigor.

A Netflix foi uma das gigantes que não se manteve calada e foi uma das primeiras a se pronunciar.  Na terça-feira (28), o serviço de streaming, que tem investido pesado no desenvolvimento de conteúdo original, disse que repensaria sua atuação na Geórgia após a decisão. Enquanto se junta à luta contra a lei na corte americana, a empresa segue com a sua produção normalmente e aguarda a manifestação do restante dos grandes estúdios.

A debandada dos estúdios pode causar muito estrago. Segundo a Motion Picture Association of America (MPAA), associação que representa os 5 principais estúdios cinematográficos de Hollywood,  455 produções foram filmadas no Estado em 2018 e mais de 92 mil empregos estão diretamente ligados ao entretenimento, movimentando uma indústria bilionária.

 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SOB NOVA DIREÇÃO

Passou, mas não foi unânime: indicado para comandar a Petrobras (PETR4) é aprovado por comitê — confira a próxima etapa

Caio Mário Paes de Andrade é o quinto gestor da estatal no governo de Jair Bolsonaro, mas seu nome ainda não recebeu aprovação final

VAI FICA DENTRO OU FORA DESSA?

Prepara-se: Metaverso vem aí com jogos, ensino e comércio eletrônico — e deve movimentar US$ 5 trilhões

De acordo com a empresa de consultoria McKinsey, os gastos globais no metaverso podem chegar a US$ 5 trilhões até 2030. Desse total, o e-commerce é visto como o meio que oferece a maior oportunidade, com um valor de mercado previsto de US$ 2,6 trilhões.

CARREIRA DOS SONHOS

Google (GOGL34) é eleita a empresa dos sonhos dos brasileiros; Nubank (NUBR33) e Itaú (ITUB4) também estão na lista

A gigante de tecnologia se mantém na liderança como empresa dos sonhos dos brasileiros na última década; a Google é desejada principalmente entre os mais jovens

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Político pesa no Ibovespa, projeções melhores para VIIA3 e outros destaques do dia

A inflação global elevada e as apostas cada vez maiores de que o mundo deve enfrentar um cenário de recessão econômica continuam alimentando os ursos do mercado financeiro nos quatro cantos do mundo, monopolizando a atenção dos investidores.  Mesmo com um cenário marcado por uma forte aversão ao risco, os principais índices de Wall Street […]

AUMENTA O SOM

Ex-ministro Milton Ribeiro diz ter recebido ligação de Bolsonaro sobre busca e apreensão — ouça o áudio

O telefonema ocorreu em 9 de junho, antes do ex-chefe da pasta da Educação ter sido alvo da operação da Polícia Federal (PF), deflagrada na quarta-feira (22)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies