Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T13:57:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Derrota ou vitória?

Após votar a favor da PEC do Orçamento, Eduardo Bolsonaro diz ver “independência entre os poderes”

Deputado afirmou que a votação não significou uma derrota do governo, mas foi na verdade uma prova de “relação harmônica”

27 de março de 2019
14:59 - atualizado às 13:57
eduardo-bolsonaro
Eduardo Bolsonaro - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), recorreu ao Twitter para reafirmar o discurso de que a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Orçamento ocorrida na noite de terça-feira, 26, não significou uma derrota do governo, mas foi na verdade uma prova de "relação harmônica entre os poderes".

"Nunca foi pauta do governo Bolsonaro fazer o Legislativo de refém através de emendas orçamentárias", escreveu Eduardo, lembrando que "quando deputado, Jair Bolsonaro apoiou a PEC do Orçamento Impositivo" e que, portanto, houve uma mostra de manutenção da coerência. "Vitória do Legislativo e da independência entre os poderes", argumentou o deputado.

Além da publicação, Eduardo também veiculou um vídeo com sua fala durante a votação da PEC. No trecho, que foi transmitido ao vivo pela TV Câmara, o deputado parabenizou Rodrigo Maia (DEM-RJ) pela presidência da Casa e disse que o PSL iria votar favorável à PEC.

De fato, somente seis dos 54 deputados do partido do presidente votaram contra a proposta, aprovada em duas votações com mais de 440 votos, uma ampla maioria.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

De onde vem o dinheiro?

Governo confirma Auxílio Brasil em R$ 400, mas sem revelar de onde vai tirar o dinheiro para bancar o benefício

O ministro da Cidadania não respondeu às perguntas da imprensa nem confirmou a fonte de renda para o novo programa social, o que é a grande preocupação dos mercados

O que vem depois da lua?

Depois do recorde: até onde vai a alta do bitcoin? Especialista em criptomoedas responde

Depois da aprovação do primeiro ETF em criptomoedas, o bitcoin (BTC) não para de subir e as estimativas são otimistas — mas os EUA podem mudar o jogo

Analistas respondem

Ações da Vale aprofundam queda com sinais ruins do relatório de produção e vendas no 3º trimestre. Hora de comprar VALE3?

Analistas apontam que, enquanto a produção foi sólida, a venda de minério de ferro veio abaixo do esperado até pelas estimativas mais conservadoras

Puxando os ETFS

Chove bitcoin, molha ETF: fundos de índice brasileiros sobem até 19% em dia de recorde do BTC

Enquanto o primeiro ETF de criptomoeda dos Estados Unidos avança tímidos 3%, na B3, o avanço é de até 19,78%

Cabo de guerra

Sem explicar origem da verba, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil em R$ 400 e promete respeitar teto de gastos

Apesar da promessa do presidente, o governo flerta com a flexibilização do teto para conseguir arcar com o valor do benefício

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies