Menu
2019-07-26T15:54:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
recado do conselho econômico

Trump descarta intervenção cambial, diz Kudlow, da Casa Branca

Segundo ele, o presidente dos EUA teme que outros países manipulem para enfraquecer a própria moeda a fim de garantir uma vantagem temporária no comércio

26 de julho de 2019
14:46 - atualizado às 15:54
Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: Shutterstock

O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou nesta sexta-feira, 26, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não é necessariamente um defensor de um dólar fraco.

Segundo ele, Trump apenas que teme que outros países manipulem para enfraquecer a própria moeda a fim de garantir uma vantagem temporária no comércio. "Na semana passada, tivemos uma reunião com o presidente sobre princípios econômicos e descartamos qualquer intervenção cambial", garantiu.

Kudlow disse que é natural que o dólar seja apoiado pela força da economia americana neste momento. Para ele, pode ser que a fraqueza de outras divisas seja fruto de economias com crescimento mais modesto em outras partes do globo em relação aos EUA.

Mas o governo americano acredita que parte disso pode se dever a uma "manipulação cambial". Ele não especificou, porém, quais nações teriam lançado mão desse expediente.

*Com Estadão Conteúdo 
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ficou para esta quinta

Para privatizar Eletrobras, governo aceita mais 19 emendas à MP

Por acordo entre os senadores, o texto da MP será votado apenas amanhã, 17, a partir das 10h, e até lá, eles poderão apresentar sugestões de destaques, que podem alterar o teor do parecer

seu dinheiro na sua noite

A Selic subiu mais um pouco – e na próxima reunião tem mais

Esta “Super Quarta” terminou com os bancos centrais brasileiro e americano apertando um pouquinho mais a torneirinha dos juros. A inflação pressiona, aqui e na terra do Tio Sam, e as autoridades monetárias querem mostrar que permanecem vigilantes. O Federal Reserve ainda não elevou propriamente as taxas de juros, que foram mantidas entre zero e […]

Entrevista

Sinais do Copom apontam para Selic a 7% no fim do ano, diz Padovani, do banco BV

Economista-chefe do banco BV, Roberto Padovani destacou o tom mais ríspido do Banco Central e a indicação de que a Selic continuará em alta

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado da decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 4,25% ao ano

Subiu de novo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,25% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies