Menu
2019-08-29T16:14:26-03:00
Estadão Conteúdo
Comunicação e aproximação

Um dia após abrir audiência pública de Sandbox, CVM abre ‘diálogos’ com fintechs

Programa aberto pelo ‘xerife do mercado’ funcionará para aproximação da autarquia com diferentes segmentos da sociedade

29 de agosto de 2019
16:14
Negócios
Imagem: Shutterstock

Um dia depois de dar início à audiência pública sobre o "sandbox", que instituirá um ambiente regulatório experimental para negócios inovadores no mercado de capitais, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) iniciou com as fintechs um programa que foi batizado de "Diálogos", que funcionará para aproximação da autarquia com diferentes segmentos da sociedade.

O encontro nesta quinta ocorre em parceria com a Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs). Segundo o presidente da CVM, Marcelo Barbosa, o objetivo da autarquia com essa aproximação é buscar outras formas de desenvolvimento do mercado de capitais. Segundo ele, o regulador tem interesse em estar perto do segmento até mesmo para entender em que medida e quando cabe algum tipo de regulação. O diretor da CVM, Gustavo Gonzalez, disse que é muito significativo que os encontros com o mercado tenha começado com as fintechs.

O superintendente de Desenvolvimento de Mercado da CVM, Antonio Berwanger, disse que o sandbox será para o regulador uma espécie de ferramenta para aperfeiçoar o entendimento do funcionamento de novas tecnologias, ajudando a dimensionar os riscos, além de ajudar no processo de normatização e supervisão. "O sandbox deverá ser fonte de diversas alterações de normativas que vão compor a pauta regulatória da CVM", disse Berwanger.

Segundo ele, na experiência externa houve redução de custo e no tempo de introdução de ideias inovadoras no mercado. "Acho que estamos dando um passo importante para fomento da inovação do nosso mercado", disse. A audiência pública será até o dia 27 de setembro.

A expectativa, segundo Berwanger, é de recebimento de um grande número de contribuições e que o esforço será para que as regras sejam editadas até o início do ano que vem.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PLANOS

Agora parte do BTG, Necton vai em busca de pequenos investidores

Corretora pretende lançar iniciativas e produtos para a base dos investidores, para quem tem entre R$ 10 mil e R$ 15 mil aportados no mercado

Precavidos

Toyota prevê mercado 25% maior em 2021, mas diz ter até ‘Plano X’

“Temos reunião com fornecedores toda semana e estamos caminhando com nosso plano”, afirmou o presidente da Toyota no Brasil.

fechando a conta

Em sessão volátil, Ibovespa fecha em baixa com tombo de bolsas nos Estados Unidos, mas mantém 101 mil

Índice chegou a perder 100 mil pontos, refletindo aversão ao risco no exterior com repique de casos de coronavírus lá fora que derrubou bolsas americanas e europeias. Dólar também recua, enquanto juros ficam estáveis à espera do Copom

Sem resultado

STF suspende julgamento de tributação por Estados de herança enviada do exterior

Um pedido de vista do ministro do STF, Alexandre de Moraes, suspendeu a votação, que não tem data para ser retomada.

Vai entrar?

Ant Group, de Jack Ma, deve levantar US$ 35 bi no maior IPO da história

Antes de seu IPO, a Ant será avaliada em aproximadamente US$ 280 bilhões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies