Menu
2019-04-20T14:55:33-03:00
Estadão Conteúdo
Problemas à vista?

CVM já tem quatro processos administrativos sobre caso Vale

A comissão explica que o foco da análise sobre os administradores visa apurar se foram diligentes no dever fiduciário em relação à companhia

14 de fevereiro de 2019
20:36 - atualizado às 14:55
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) já instaurou quatro processos administrativos relacionados à tragédia causada pelo rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho (MG). Dois deles são decorrentes de reclamações e investidores. Outros dois foram instaurados pela área técnica da autarquia para acompanhar os procedimentos de divulgação da empresa acerca do caso e a eventual responsabilidade dos administradores da companhia, diretores executivos e conselheiros.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, 14, a CVM explica que o foco da análise sobre os administradores visa apurar se foram diligentes no dever fiduciário em relação à companhia. Ou seja, se atuaram no interesse da mineradora e do conjunto de seus acionistas. "Tal apuração não inclui atuação sobre questões relativas à legislação ambiental, as quais vêm sendo objeto de atuação das instituições competentes", informa a autarquia.

Os quatro processos administrativos instaurados são:

Processo CVM nº 19957.000607/2019-37- Aberto em 25/1/2019 para acompanhar as divulgações da Vale S.A. sobre o rompimento de barragem em Brumadinho e seus desdobramentos.
Status: em análise na Gerência de Acompanhamento de Empresas 2 (GEA-2) da Superintendência de Relações com Empresas (SEP)

Processo CVM nº 19957.000654/2019-81 - Aberto em 28/1/2019 para apurar eventual responsabilidade de administradores em razão dos fatos relacionados ao rompimento de barragem em Brumadinho.
Status: em análise na Gerência de Acompanhamento de Empresas 4 (GEA-4) da Superintendência de Relações com Empresas (SEP)

Processo CVM nº 19957.000665/2019-61 - Aberto em 28/1/2019 para analisar reclamações de investidores/público em geral notadamente sobre o assunto de que se trata.
Status: em análise na Gerência de Acompanhamento de Empresas 4 (GEA-4) da Superintendência de Relações com Empresas (SEP)

Processo CVM nº 19957.000789/2019-46 - Aberto em 31/1/2019 para analisar reclamações de investidores/público em geral notadamente sobre o assunto de que se trata.
Status: em análise na Gerência de Orientação ao Investidor 2 (GOI-2/SOI)

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Entre a cruz e a espada

Bitcoin se aproxima da “Cruz da Morte”: O que isso significa para a criptomoeda?

O bitcoin tocou essa linha imaginária no último final de semana, o que deve determinar o futuro da moeda para os próximos meses

Buscando confiança

Números de abril mostram melhora do IRB, mas queda da ação mostra que desconfiança persiste

Estratégia de rever contratos, principalmente no exterior, diminuiu as receitas fora do Brasil, mas ajudou sinistralidade e resultado final

Economia dos eua

Dirigente do Fed admite inflação alta, mas defende contínuo apoio monetário

Presidente da distrital do banco admitiu que as leituras recentes de inflação estão “altas” e devem ser monitoradas de perto

Aperto monetário

Vem aí uma alta de 1 ponto na Selic? Por que o mercado elevou as projeções para os juros após a ata do Copom

Juro básico da economia pode subir para 5,25% ao ano já em agosto se o Copom decidir apertar o ritmo de elevação da Selic para conter as pressões inflacionárias

Novo passo

PDG lança Vernyy, nova unidade de negócios de prestação de serviços imobiliários

Construtora está diversificando atividades como parte do seu plano de recuperação judicial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies