Menu
2019-02-03T11:26:03-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho na aprovação da reforma

Futuro da Casa é decidido! Senador Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado e fala sobre reformas

Os senadores Major Olimpio (PSL-SP), Alvaro Dias (PODE-PR) e Renan Calheiros (MDB -AL) desistiram, assim como a senadora Simone Tebet (MDB-MS)

2 de fevereiro de 2019
13:09 - atualizado às 11:26
senado
Senado - Imagem: Alessandro Dantas/Fotos Públicas

Após uma sessão conturbada e com duas votações, o senador de Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito presidente do Senado no fim da noite deste sábado (2). O escolhido recebeu 42 votos. Ao todo, 77 senadores votaram.

A decisão é importante porque pode impactar na articulação e consequente aprovação da Reforma da Previdência. E o senador foi enfático quanto à elas.

Ele disse que "vai enfrentar com urgência. Repito, com urgência, as reformas que o país precisa". O senador acrescentou ainda que "não tenho dúvida que a prioridade será votarmos a reforma da Previdência".

A eleição de Alcolumbre teve duas votações porque, durante a primeira, a Mesa Diretora constatou que havia 82 cédulas, em vez de 81. Por causa disso, os senadores foram chamados novamente para confirmar os seus votos em uma segunda votação.

Renan desiste

Depois de uma série de polêmicas, alguns senadores optaram por declarar o seu voto, o que desagradou o senador Renan Calheiros (MDB-MS). Ele era um dos candidatos mais fortes para assumir o posto, mas perdeu para o seu maior adversário.

O senador alagoano disse que "queriam abrir o voto para constranger a maioria. Então, paciência".

Em seguida, ele ainda comentou que o processo tinha sido deslegitimado e que iria recorrer ao Supremo Tribunal Federal.

"O próximo passo é o STF, sem o carro e sem o sargento. Retiro a postulação porque entendo que o Davi não é o Davi. É o Golias. Davi, sou eu", declarou Calheiros.

Candidatos

A votação para presidente do Senado começou com nomes como Fernando Collor (PROS-AL), José Reguffe (Sem partido - DF), Major Olimpio (PSL-SP), Alvaro Dias (PODE-PR), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Renan Calheiros (MDB -AL) e Esperidião Amin (PP-SC), além de Simone Tebet (MDB-MS), que concorreu por meio de uma candidatura avulsa.

Mas, ao longo da sessão, a senadora Simone Tebet, assim como os senadores Major Olimpio e Alvaro Dias desistiram para apoiar a candidatura de Alcolumbre.

Votação aberta

Depois da polêmica no Senado que estabeleceu ontem (1) o voto aberto para a eleição da presidência do Senado, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, decidiu neste sábado (2) atender um pedido formulado pelos partidos Solidariedade e MDB para que a votação volte a ser secreta.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Fechou bem o ano

Petrobras tem lucro de quase R$ 60 bi no 4º trimestre e anuncia R$ 10 bi em dividendos

Alta extraordinária de 635% no lucro teve influência de itens não recorrentes de peso, mas mesmo o lucro recorrente totalizou R$ 28 bilhões, alta de 120% na comparação anual; em 2020, estatal lucrou R$ 7,1 bilhões, queda de 82% em relação a 2019

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Quanto vale a Eletrobras privatizada

Ontem à noite, o governo federal entregou ao Congresso a Medida Provisória que possibilita a privatização da Eletrobras e de quase todas as suas subsidiárias. O procedimento será feito por meio de uma capitalização que vai diluir a participação da União, que apenas manterá uma ação com poderes especiais de veto, a chamada golden share. […]

FECHAMENTO

Eletrobras dá susto na reta final, mas Ibovespa segue se recuperando do tombo recente; dólar recua

Estatais seguem se recuperando do tombo recente e a bolsa brasileira também conta com uma ajudinha do exterior

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies