Menu
2019-06-21T13:04:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Corrida contra o tempo

Câmara e Senado devem votar hoje MP que permite capital estrangeiro em aéreas; Gol e Azul sobem na bolsa

MP do setor aéreo foi editada no fim do ano passado por Michel Temer e permite que estrangeiros possam deter até 100% do capital das aéreas brasileiras

21 de maio de 2019
16:06 - atualizado às 13:04
Avião
Ações das aéreas subiam forte com expectativas de aprovação da MPImagem: Shutterstock

Correndo contra o tempo, as duas Casas do Legislativo se preparam para votar a medida provisória que trata da abertura total do setor aéreo para capital estrangeiro, que pode caducar se não for votada até quarta.

De acordo com a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), o plenário da Câmara dos Deputados deve votar a MP nesta terça-feira, 21.

Já no Senado, o presidente Davi Alcolumbre (DEM-RJ) afirmou que vai conversar com líderes e tentará votar ainda hoje a medida provisória.

"Como temos esse prazo que está muito restrito, vou conversar com os líderes para ver se a gente segura a ordem do dia para votar pelo menos a que vai vencer amanhã, votar ainda hoje", disse Alcolumbre ao chegar no gabinete da presidência do Senado.

Além disso, ele relatou ter conversado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a pauta de medidas provisórias. A Câmara votaria duas medidas hoje - a do setor aéreo e a que cria a empresa Nav Brasil - e outras duas no dia seguinte - incluindo a reforma administrativa.

Enquanto isso, no mercado, as ações das aéreas Azul e Gol se destacavam entre as maiores altas do Ibovespa. Preferenciais da Azul subiam 4,5% no meio da tarde, no mesmo momento em que as preferenciais da Gol ganhavam 6,19%. A expectativa dos investidores é positiva para que o projeto consiga ser aprovado no Congresso.

Pauta essencial para o setor

A MP do setor aéreo foi editada no fim do ano passado pelo então presidente Michel Temer e permite que estrangeiros possam deter até 100% do capital das companhias aéreas brasileiras. Até a edição da matéria, o limite era de 20%.

Para o governo, a permissão é necessária para garantir a competição no setor. Atualmente, só há quatro empresas operando nacionalmente.

Inicialmente o governo queria retirar dois jabutis que foram incluídos no texto pelo relator da proposta, senador Roberto Rocha (PSDB-MA): o fim da cobrança por bagagem despachada e a exigência de que as empresas estrangeiras sejam obrigadas a operar rotas regionais.

A avaliação agora, no entanto, é de que não há mais tempo para negociar estes pontos e é melhor aprovar a medida do jeito que está.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

efeito coronavírus?

China confirma suspensão de exportação de carne suína de unidades da BRF e da JBS

Órgão não especifica o motivo do veto, mas as plantas suspensas têm em comum o fato de já terem registrado casos do novo coronavírus entre seus funcionários

dinheiro em gestora

BNDES investe R$ 300 milhões em fundo de participações focado em médias empresas

Alaof V Brasil foi um dos quatro fundos de “private equity” selecionados por meio de chamada multissetorial realizada pelo banco em dezembro de 2018

Oferta na Nasdaq

Cogna pode “destravar valor” com com IPO da Vasta e ação sobe forte

Metade do dinheiro captado no IPO vai para o caixa da Cogna, que detém 100% da Vasta e é credora de R$ 1,6 bilhão em debêntures emitidas pela empresa de sistemas de ensino para educação básica

demandas da pandemia

Ação da Uber sobe mais de 6% após compra de serviço de delivery Postmates

Aquisição deve aprimorar o Uber Eats; segundo a empresa, a Postmates é ‘altamente complementar’: tem focos geográficos diferentes e relacionamento mais forte com restaurantes pequenos

acordo

Smiles vai comprar R$ 1,2 bilhão de créditos de passagens antecipadas da Gol

No primeiro pregão após o anúncio, ações da Smiles recuam e os papéis da Gol avançam; estimativa é de geração de valor econômico de cerca de R$ 85 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements