Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-21T13:04:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Corrida contra o tempo

Câmara e Senado devem votar hoje MP que permite capital estrangeiro em aéreas; Gol e Azul sobem na bolsa

MP do setor aéreo foi editada no fim do ano passado por Michel Temer e permite que estrangeiros possam deter até 100% do capital das aéreas brasileiras

21 de maio de 2019
16:06 - atualizado às 13:04
Avião
Ações das aéreas subiam forte com expectativas de aprovação da MPImagem: Shutterstock

Correndo contra o tempo, as duas Casas do Legislativo se preparam para votar a medida provisória que trata da abertura total do setor aéreo para capital estrangeiro, que pode caducar se não for votada até quarta.

De acordo com a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), o plenário da Câmara dos Deputados deve votar a MP nesta terça-feira, 21.

Já no Senado, o presidente Davi Alcolumbre (DEM-RJ) afirmou que vai conversar com líderes e tentará votar ainda hoje a medida provisória.

"Como temos esse prazo que está muito restrito, vou conversar com os líderes para ver se a gente segura a ordem do dia para votar pelo menos a que vai vencer amanhã, votar ainda hoje", disse Alcolumbre ao chegar no gabinete da presidência do Senado.

Além disso, ele relatou ter conversado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a pauta de medidas provisórias. A Câmara votaria duas medidas hoje - a do setor aéreo e a que cria a empresa Nav Brasil - e outras duas no dia seguinte - incluindo a reforma administrativa.

Enquanto isso, no mercado, as ações das aéreas Azul e Gol se destacavam entre as maiores altas do Ibovespa. Preferenciais da Azul subiam 4,5% no meio da tarde, no mesmo momento em que as preferenciais da Gol ganhavam 6,19%. A expectativa dos investidores é positiva para que o projeto consiga ser aprovado no Congresso.

Pauta essencial para o setor

A MP do setor aéreo foi editada no fim do ano passado pelo então presidente Michel Temer e permite que estrangeiros possam deter até 100% do capital das companhias aéreas brasileiras. Até a edição da matéria, o limite era de 20%.

Para o governo, a permissão é necessária para garantir a competição no setor. Atualmente, só há quatro empresas operando nacionalmente.

Inicialmente o governo queria retirar dois jabutis que foram incluídos no texto pelo relator da proposta, senador Roberto Rocha (PSDB-MA): o fim da cobrança por bagagem despachada e a exigência de que as empresas estrangeiras sejam obrigadas a operar rotas regionais.

A avaliação agora, no entanto, é de que não há mais tempo para negociar estes pontos e é melhor aprovar a medida do jeito que está.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Dividendos e JPC: Metalúrgica Gerdau (GOAU4) e Gerdau (GGBR4) pagam proventos

Metalúrgica Gerdau paga R$ 86,478 milhões em dividendos, ou R$ 0,08 por ação, além de juros sobre capital próprio; veja condições

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies