Menu
2019-04-16T08:59:04-03:00
Estadão Conteúdo
disputa de gigantes

Kroton cassa liminar de despejo, em briga de R$ 45 mi

Ação contra empresa do ramo educacional foi impetrada pela Urban Incorporações e Participações, do fundador da Uniban

16 de abril de 2019
8:59
kroton-educacional-562×390

Uma disputa em torno de R$ 45 milhões em aluguéis colocou de lados opostos as universidades Kroton e Uniban, cujas operações passaram a fazer parte do grupo educacional com a compra da Anhanguera, em 2014. No início da noite dessa segunda-feira, 15, uma liminar que despejava a Kroton de seis prédios em São Bernardo do Campo, Osasco e na capital, foi cassada.

A ação contra a Kroton foi impetrada pela Urban Incorporações e Participações, do empresário Heitor Pinto e Silva Filho, fundador da Uniban. Segundo a Urban, a Kroton parou de pagar os aluguéis, após a compra da Anhanguera. Assim, pediu o rompimento do contrato de locação e a devolução dos prédios.

Ressarcimento

A Kroton informou, em nota, que, "na ocasião da aquisição da Uniban pela Anhanguera, ficou negociado que os aluguéis pagos à holding do vendedor seriam dados em garantia contra potenciais passivos de sua responsabilidade".

Segundo a Kroton ainda, ela reteve os valores como ressarcimento "em relação a contingências pagas pela companhia, que seriam passíveis de indenização pelo vendedor da Uniban."

Na visão da Urban, porém, como os prédios não foram vendidos à Anhanguera - mas apenas as operações da Uniban -, a Kroton só poderia suspender o pagamento dos aluguéis após uma decisão judicial. Não caberia suspender por conta própria o repasse. "A Kroton está usando de seu poder econômico para não pagar aluguéis", diz Armando Mendonça, diretor jurídico da Urban. "Nosso objetivo não é mais receber os aluguéis, mas a rescisão do contrato de locação."

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Maquininhas internacionais

De malas prontas: presidente da Getnet revela planos para o início das operações na Europa em 2022

A empresa se tornou peça-chave nos planos do espanhol Santander de criar uma plataforma global de pagamentos

Renda variável

Na batalha das corretoras, Rico vai zerar taxa em operações com opções

A medida busca tornar a corretora mais competitiva e reforçar a atuação do grupo no ramo da renda variável

Concursos públicos

De olho nos concurseiros, Yduqs anuncia aquisição da plataforma de EaD Qconcursos

Plataforma de cursos preparatórios para concursos públicos tem 412 mil alunos pagantes e mira mercado potencial de 17 milhões de pessoas; valor da operação não foi divulgado

Mostrando as garras

Dirigente do Fed fala em alta de juros em 2022 e admite postura mais agressiva contra inflação

Em entrevista à CNBC, Bullard disse que o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) adotou uma posição mais dura no encontro deste mês

Entrando no pet shop

O plano da BRF: colocar comida na sua mesa e ração no potinho do seu pet

A BRF comprou o grupo Hercosul, produtor e distribuidor de ração para cães e gatos, entrando no mercado pet. Entenda o racional da operação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies