Menu
2019-08-08T18:46:37-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

Yuan pode ir bem acima da linha dos 7 por dólar, diz IIF

Estudo do Instituto Internacional de Finanças (IIF) projeta taxa de câmbio de 7,3 yuans por dólar com novas tarifas impostas por Trump

8 de agosto de 2019
14:29 - atualizado às 18:46
Cédulas de dólar e yuan
Cédulas de dólar e yuan - Imagem: Shutterstock

O câmbio flexível é a primeira linha de defesa de um país contra eventuais choques externos. Tarifas de importação são um exemplo de choque, e o que estamos vendo no mercado de yuan contra o dólar é simplesmente uma reprecificação da moeda chinesa para refletir as maiores tarifas anunciadas pelo governo americano.

A explicação acima abre relatório do Instituto Internacional de Finanças (IIF) que estima que os US$ 30 bilhões em tarifas (10% sobre US$ 300 bilhões) podem resultar em uma queda de 6% na cotação do yuan contra o dólar.

Isso levaria a taxa de 6,9 vista antes do anúncio para cerca de 7,3. Hoje, o Banco Central da China fixou o centro da banda de flutuação na linha dos 7. Então, a movimentação que vimos nos últimos dias e causou grande instabilidade nos mercados “pode ser apenas o começo”.

Além disso,  ao atualizar seus modelos que consideram a banda de variação e a diferença entre a cotação da moeda no mercado chinês e no mercado externo, o IIF avalia que o BC chinês tem atuado para evitar uma depreciação ainda maior e mais rápida do yuan.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Check up dos investimentos

O que considerar na hora de avaliar o desempenho da sua carteira – e quais ferramentas podem te ajudar

Montei um guia para você saber tudo que precisa levar em consideração na hora de avaliar o desempenho da sua carteira de investimentos, principalmente se você investe por meio de diversas instituições financeiras. Também listei algumas ferramentas que podem te ajudar na empreitada.

DE OLHO NO NUBANK

Número de contas do Nubank cresce 485%, mas prejuízo também acelera e chega a R$ 312,7 milhões

Mas nem tudo foi ruim. De acordo com o documento apresentado pela fintech, o Nubank fechou o ano passado com 16 milhões de contas, sendo que 45 mil foram apenas contas voltadas para pessoas jurídicas (PJs)

AVERSÃO AO RISCO

‘Índice do medo’ dispara mais de 48% em meio a movimento de aversão ao risco no mundo

Seguindo na mesma direção, o ouro também apresentou alta na tarde desta segunda-feira por conta do movimento de busca por proteção

ECONOMIA

Carnaval 2020 deve movimentar R$ 8 bilhões na economia, diz CNC

Segundo a CNC, “a recuperação gradual da atividade econômica, combinada à inflação baixa” tendem a refletir na recuperação moderada dos serviços turísticos

AVIAÇÃO

Empresa americana ExpressJet Airlines compra 36 aviões da Embraer

A companhia anunciou também que vai diminuir gradualmente a sua frota de aeronaves E175 para acelerar o crescimento e se tornar uma companhia mais eficiente

PESQUISA

Avaliação do governo Bolsonaro fica estável em fevereiro, mostra pesquisa

A expectativa da população para o restante do mandato de Bolsonaro também não variou. Para 40%, a perspectiva é ótima ou boa e para outros 33% é ruim ou péssima

ECONOMIA

Bolsonaro diz que PIX do BC trará mais agilidade e menos custos ao cidadão

O PIX será disponibilizado pelas instituições financeiras a partir de 16 de novembro

Uns crescem, outros recuam

Desigual, recuperação do mercado imobiliário se concentra no Sudeste

Construtoras mantiveram a política de fechamento de postos de trabalho em 14 Estados em 2019

Incentivo à economia

China vai flexibilizar política monetária em resposta a coronavírus

Objetivo é auxiliar a economia do país a se fortalecer em meio aos impactos econômicos do surto da doença

Entrevista

Diretor do FGC: “sempre é melhor prevenir do que improvisar”

Daniel Lima defende as mudanças previstas no texto de Resolução Bancária enviado pelo governo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements