Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-13T14:27:18-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Vai ou racha

CSN pede mais tempo para vender ações da concorrente Usiminas

Hoje, a Companhia Siderúrgica Nacional possui 14,19% de ações ordinárias e 19,84% de ações preferenciais da Usiminas

13 de março de 2019
15:26 - atualizado às 14:27
Instalações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) na cidade de Volta Redonda
Imagem: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) fez um pedido ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para postergar o prazo que tinha recebido para que fizesse a venda de ações que detém da concorrente Usiminas. O limite terminaria agora no próximo mês. As informações são do serviço de notícias Broadcast.

Na época, o prazo não foi divulgado para evitar uma desvalorização das ações, mas foi de cinco anos. A determinação da venda foi feita após a CSN comprar ações da concorrente no setor siderúrgico na tentativa de entrar no bloco de controle da empresa em 2011, o que poderia representar um ataque à concorrência, segundo o Cade.

Hoje, a CSN possui 14,19% de ações ordinárias e 19,84% de ações preferenciais da Usiminas.

Apesar de ter sido mantido em sigilo, o pedido para postergar o prazo foi feito em março em 2018. Segundo a apuração do serviço de notícias, o Cade está dividido, mas deve dar um posicionamento nas próximas semanas.

As ações da CSN têm mais um dia de forte alta hoje na B3 e eram negociadas com ganho de 9,53% por volta das 16h30, enquanto o Ibovespa subia 1,24% no mesmo horário.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies