Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-07T16:02:08-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Bolsa

Diluição à vista? BRF pode ter que fazer oferta de ações para reduzir dívida, diz UBS

Chance de uma oferta aumentou depois que a produtora de alimentos não conseguiu cumprir meta de conseguir R$ 5 bilhões com venda de ativos, segundo analistas do banco suíço

7 de fevereiro de 2019
12:36 - atualizado às 16:02
Operação Carne Fraca BRF
Imagem: Geraldo Bubniak/AGB-Estadão Conteúdo

Depois de não conseguir cumprir o plano de reforçar o caixa com R$ 5 bilhões com a venda de ativos, a produtora de alimentos BRF pode ter de realizar uma oferta de ações para reduzir o endividamento. A avaliação é dos analistas do banco suíço UBS.

A empresa anunciou hoje a venda das unidades na Europa e Tailândia por US$ 340 milhões (R$ 1,3 bilhão). Com isso, obteve um total de R$ 4,1 bilhões dentro do plano de reequilibrar o balanço.

A BRF adiou por mais seis meses de meta de atingir uma relação entre dívida e Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 3 vezes, originalmente prevista para o fim deste ano.

Em reação ao anúncio, as ações da companhia (BRFS3) eram negociadas em queda de quase 5% no início da tarde, cotadas a R$ 22,97. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,52%.

Para o UBS, a possibilidade de que a empresa venha a fazer uma oferta de ações aumentou depois do descumprimento do plano. O banco tem recomendação de venda para as ações, com preço-alvo de R$ 20,00. A realização de uma oferta é negativa porque significa a diluição dos atuais acionistas.

A BRF agora estima que a relação entre a dívida líquida e o Ebitda ficará em torno de 5 vezes no fim de 2018, já incluindo os efeitos de todas as vendas de ativos anunciadas, e recuar para aproximadamente 3,65 vezes neste ano.

"A empresa não projeta mais vendas de ativos neste ano, mas mesmo se vendesse as margens precisariam dobrar para a companhia atingir a nova meta", escrevem os analistas do UBS, em relatório a clientes.

Em teleconferência, o presidente da BRF, Pedro Parente, justificou o desempenho aquém do esperado pelo fato de a companhia ter encontrado "adversidades" na Argentina e na Europa, regiões nas quais realizou vendas de ativos.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Coluna do jojo

Mercados hoje: resultado da Petrobras e pós-Copom — qual será o digestivo necessário?

Dando sequência à temporada de resultados, teremos mais nomes no Brasil e lá fora. O destaque, porém, fica para a Petrobras, que brilhou ontem (4) na divulgação de seus resultados, surpreendendo com lucro 68% maior que a mediana das estimativas

Escalada dos juros

Credit Suisse já fala em Selic a 8,25% no fim de 2021

Os economistas Solange Srour e Lucas Vilela esperam que o BC promova mais três altas consecutivas de 1 ponto percentual nos juros nas próximas reuniões

Aprovação do vice

Reforma Tributária: vice-presidente defende cobrança de impostos sobre dividendos

Para Hamilton Mourão a tributação sobre lucros e dividendos tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: ajuste pós-Copom e balanço da Petrobras devem movimentar a bolsa hoje

E mais: a temporada de balanços não dá trégua, com os ruídos de Brasília destoando do coro do Ibovespa

Olho na safra

Balanços que vão movimentar o mercado: Veja os números de BB, Braskem e Totvs

Resultados divulgados na noite de ontem se juntam aos da Petrobras no radar dos investidores, que devem ficar atentos à reação das ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies