Menu
2019-07-11T20:27:59-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Não rolou

Parem o casamento. BRF e Marfrig desistem de planos de fusão

A decisão aconteceu depois que as companhias não chegaram a um acordo sobre os termos e condições relacionados à governança da companhia combinada

11 de julho de 2019
20:25 - atualizado às 20:27
vaca e o frango v2 - marfrig e brf
Imagem: Montagem Andrei Morais

O casamento do frango com a carne não vai mais acontecer. Depois de surpreenderem o mercado com o anúncio das negociações para uma possível fusão, as empresas de alimentos BRF e Marfrig desistiram dos planos.

A decisão aconteceu depois que as companhias não chegaram a um acordo sobre os termos e condições relacionados à governança da companhia combinada.

BRF e Marfrig assinaram no fim de maio um memorando de entendimentos que previa um período de exclusividade de 90 dias nas negociações.

Pelos termos desse primeiro documento, os acionistas da BRF ficariam com 84,98% da empresa combinada, enquanto que os detentores de papéis da Marfrig teriam os 15,02% restantes.

Embora o negócio fizesse todo o sentido pelo fato de as companhias terem negócios altamente complementares, os analistas que acompanham as empresas apontavam desde o início dificuldades para a conclusão da operação.

Não estava claro, por exemplo, quais seriam as sinergias (economias) que a união poderia trazer, nem quem ficaria no comando da nova empresa. Os analistas do BTG Pactual, por exemplo, classificaram o anúncio como "um cavalo de pau" nas estratégias tanto da BRF como da Marfrig.

"Apesar do término das tratativas para a combinação de seus negócios, o relacionamento comercial entre a companhia e Marfrig permanecerá inalterado e não haverá quaisquer modificações nas práticas, condições e termos previstos em contratos por elas celebrados", escreveu a BRF, em um comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

fim do dia

O rali continua: Ibovespa deixa Wall Street de lado e sobe quase 20% em novembro

Ações de CVC e siderúrgicas lideram alta do índice. Dólar cai com fluxo e divulgação do dado das contas externas e juros recuam de olho em fiscal

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

bc americano

Dirigentes do Fed esperam manter juros até que meta de emprego e inflação seja atingida, mostra ata

Grupo avaliou que a atual crise sanitária continuará impactando a atividade econômica, a inflação e o emprego no curto prazo

Posto Ipiranga

Guedes elogia Caged e cobra Congresso por reformas

O Ministério da Economia irá divulgar todos os dados na quinta-feira (26)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies