Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-08T15:00:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
#quintou

Braskem, Banco do Brasil e Azul: os balanços que movimentam os mercados nesta quinta-feira

Depois de um quarta-feira agitada no noticiário corporativo, os números trimestrais das companhias listadas no Ibovespa prometem mais uma vez mexer com a bolsa

8 de agosto de 2019
9:24 - atualizado às 15:00
Balanço/ análise/ relatórios
Imagem: Shutterstock

Depois de um quarta-feira agitada no noticiário corporativo, os números trimestrais das companhias listadas no Ibovespa prometem mais uma vez mexer com a bolsa.

Nesta quinta-feira, 8, o mercado deve digerir os dados de Braskem, Banco do Brasil - encerrando a temporada de resultados de grandes bancos de capital aberto - e Azul. O Seu Dinheiro separou para você um resumão com os principais dados sobre cada uma dessas empresas. Fique ligado!

Braskem

A Braskem registrou lucro líquido de R$ 102 milhões no segundo trimestre do ano, uma queda de 79% em relação aos R$ 493 milhões apurados um ano antes. O Ebitda da companhia recuou 46%, de R$ 3,157 bilhões para R$ 1,712 bilhão. A receita líquida apresentou queda de 3% no comparativo anual (R$ 13,786 bilhões), para R$ 13,337 bilhões. Mas em relação ao trimestre imediatamente anterior (R$ 12,978 bilhões), houve aumento de 3%.

  • Lucro líquido: R$ 102 milhões (↓79% )
  • Ebitda: R$ 1,712 bilhão (↓46%)
  • Receita líquida: R$ 13,786 bilhões (↑3%)

Banco do Brasil

O Banco do Brasil apresentou lucro líquido ajustado de R$ 4,432 bilhões no segundo trimestre, cifra 36,8% maior ante um ano, de R$ 3,240 bilhões. A carteira de crédito ampliada do BB era de R$ 686,564 bilhões ao fim de junho, 0,2% superior em relação a março. Em um ano, os empréstimos se reduziram em 0,4%. A rentabilidade do BB no critério mercado (RSPL) foi a 17,6% no segundo trimestre contra 16,8% nos três meses anteriores e 13,2% um ano antes.

  • Lucro líquido: R$ 4,432 bilhões (↑36,8% )
  • Rentabilidade: 17,6% ( ante 13,2% do 2tri de 2018)

Azul

A Azul saiu de prejuízo para lucro no segundo trimestre. A companhia aérea encerrou o período com lucro líquido de R$ 345 milhões, ante prejuízo de R$ 791,4 milhões no mesmo intervalo do ano passado. O Ebitda ficou em R$ 733,2 milhões, alta de 40,4% sobre os R$ 522,2 milhões do segundo trimestre de 2018. A receita líquida cresceu 31% para R$ 2,617 bilhões, de R$ 1,994 bilhão antes. O resultado financeiro líquido foi uma despesa 96,1% menor, para R$ 42,4 milhões.

  • Lucro líquido: R$ 345 milhões
  • Ebitda: R$ 733,2 (↑40,4%)
  • Receita líquida: R$ 2,617 bilhões (↑31%)
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro acompanha bolsas internacionais e recua, enquanto dólar avança hoje

Mercados operam no campo negativo hoje, no aguardo de dados de inflação nos EUA e de olho em sua influência sobre a decisão do Fed em aumentar os juros

O melhor do Seu Dinheiro

Plante hoje, colha amanhã: o que a agricultura pode te ensinar sobre o investimento em startups?

Investir em uma startup é como adubar uma semente e aqui você confere tudo para não deixar suas plantinhas na mão

Dia de decisão

Ações da Oi (OIBR3) disparam mais de 45% em dez pregões; Anatel decide hoje sobre venda para Claro, TIM e Vivo; acompanhe

Ações sobem na expectativa para reunião da Anatel que avalia a venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; acompanhe ao vivo o encontro que acontece às 10h

DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior operam sem direção definida de olho na inflação dos EUA e Ibovespa mira em coletiva de Paulo Guedes hoje

Depois de recuperar força e encerrar aos 112 mil pontos ontem (27), a bolsa brasileira deve acompanhar a divulgação do resultado primário do governo e a coletiva do ministro da Economia

Sextou com o Ruy

Investindo em startups: empresas iniciantes podem trazer ganhos absurdos com uma grande tacada, mas ela precisa ser certeira

Antes destinado para milionários, hoje em dia já existe plataforma aberta para você investir em startups com grande potencial de valorização. E com aportes tão pequenos quanto R$ 1 mil.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies