Menu
2019-04-05T15:54:15-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Fundos de investimento

De caça a caçador, Bradesco vai oferecer fundos do banco em plataformas

Os fundos do banco hoje são distribuídos exclusivamente nos canais próprios da instituição, como as agências físicas e internet banking, e na Ágora, a plataforma de investimentos do Bradesco

2 de abril de 2019
14:56 - atualizado às 15:54
Bradesco Acelerando
Imagem: Montagem Andrei Morais / Estadão Conteúdo / Shutterstock

Em mais um sinal de que a abertura do mercado de investimentos é um processo sem volta, o Bradesco vai abrir a captação de fundos sob gestão do banco nas plataformas de investimento de terceiros.

A Bradesco Asset Management (Bram), área de fundos do banco, possui um total de R$ 600 bilhões sob gestão. Os produtos hoje são distribuídos exclusivamente nos canais próprios da instituição, como as agências físicas e internet banking, além da Ágora, a plataforma do banco.

O objetivo é "plugar" os fundos nas plataformas ainda no primeiro semestre deste ano, segundo Renato Ejnisman, diretor executivo do Bradesco BBI, unidade de atacado do segundo maior banco privado brasileiro.

Ejnisman não citou em quais plataformas os produtos deverão ser encontrados. Mas disse que o Bradesco tem produtos diferenciados e citou a família Alocação, que usa algorítimos na busca das diferentes oportunidades, mas com a figura de um gestor "humano" por trás das decisões de investimento.

Resta saber se o banco também será competitivo em termos de preço na comparação com os produtos de gestores independentes que podem ser encontrados nas plataformas.

Os clientes dos bancões têm sido o principal alvo das plataformas como a XP Investimentos. O avanço obrigou as instituições, que antes só ofereciam produtos próprios, a abrirem suas prateleiras a produtos de terceiros.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Recorde

Estrangeiros põem R$ 30 bilhões na bolsa brasileira em novembro

Trata-se de recorde de entrada de recursos estrangeiros em um mês, impulsionado pela migração de recursos para bolsas emergentes; movimento por aqui, porém, pode ser passageiro

Uber dos ônibus

Justiça proíbe apreensão de ônibus solicitados por aplicativo

Fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vinham interrompendo viagens de ônibus organizadas por meio de apps como o Buser

Seu Dinheiro no sábado

O Natal chegou mais cedo este ano?

2020 foi um ano para se esquecer – ou talvez para lembrarmos e não cometermos novamente os mesmos erros. Mas, pelo menos na bolsa, até agora, estamos sendo agraciados com um rali de fim de ano antecipado que quase zerou as perdas do ano. Terminamos mais uma semana de Ibovespa em alta, desta vez de […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies