Menu
2019-02-12T11:03:02-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Vai vender?

Presidente da BB Seguridade diz que não há indicação sobre nova oferta de ações da empresa

Empresa que reúne participações do Banco do Brasil em seguros está na lista de privatizações do governo Bolsonaro. Ações reagem em queda a resultado abaixo do esperado em 2018

12 de fevereiro de 2019
11:03
Fachada do Banco do Brasil
Imagem: Shutterstock

O resultado da BB Seguridade, empresa que reúne as participações em seguros e previdência do Banco do Brasil, ficou abaixo do esperado pelo mercado e pela própria companhia. Mas a reação dos investidores foi bem previsível: as ações da companhia eram negociadas em queda de 2,44% pouco antes da 11h, enquanto o Ibovespa subia 1,43% no mesmo horário.

A BB Seguridade registrou lucro de R$ 3,549 bilhões em 2018, uma redução de 9,3% em relação a 2017.

O Banco do Brasil detém 66,25% do capital da companhia. Embora a BB Seguridade esteja na lista do governo Bolsonaro para uma possível privatização, o presidente da empresa, Bernardo Rothe, disse hoje a jornalistas que não recebeu indicação para a venda de uma participação em uma nova oferta de ações.

Fim do carregamento pesa

Os resultado da BB Seguridade em 2018 foi prejudicado por dois fatores, segundo o diretor de financeiro e de relações com investidores da companhia, Werner Süffert.

O primeiro foi a alta da inflação medida pelo IGP-M, que aumentou a despesa dos planos de benefício definido da Brasilprev , a empresa de previdência do BB.

"Esse produto não é mais vendido, mas acabou elevando o custo dos passivos financeiros da empresa", disse Süffert, em teleconferência com analistas na manhã de hoje.

O fim da cobrança da taxa de carregamento nos planos de previdência no ano passado também pesou nos resultados da empresa, segundo o diretor.

"Esse movimento já era previsto, mas com a mudança no mercado acabou acontecendo de forma mais drástica", afirmou. No ano passado, os grandes bancos finalmente cederam ao aumento da concorrência no mercado de investimentos e zeraram as taxas de carregamento nos planos VGBL e PGBL.

Dias melhores virão

Após o resultado fraco em 2018, a expectativa da BB Seguridade é mais otimista para este ano, com um aumento de 5% a 10% no lucro.

A estimativa já considera um possível retorno da alíquota da CSLL para 20% a partir do segundo semestre, segundo Rothe.

A projeção da BB Seguridade também considera que a taxa básica de juros (Selic) permanecerá estável ao longo do ano. O juro é importante para a companhia, já que parte dos resultados vem da linha financeira.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DINHEIRO NO BOLSO

Neoenergia e Sanepar divulgam condições para pagamento de JCP

Ambas aprovaram pagamentos do provento no ano passado e marcaram para distribuir os valores a partir deste mês

em cima do laço

No limite do prazo, Bolsonaro sanciona Orçamento de 2021 com veto parcial

Até a sanção, governo vinha executando apenas as ações e programas considerados obrigatórios ou inadiáveis

SEXTOU COM O RUY

Quem realmente ganha dinheiro com as operações de day trade na bolsa

Se você realmente tiver interesse em viver de day trade, vai fundo. Eu apenas gostaria de lembrar que a tarefa é muito mais difícil (muito mesmo) do que as corretoras fazem parecer

IR 2021

Como a Receita calcula o imposto de renda devido e o valor das restituições

Jeito de calcular o imposto de renda devido e a eventual restituição varia de acordo com o modelo escolhido de declaração, se completo ou simplificado

seu dinheiro na sua noite

O IPO da Caixa Seguridade vem aí; vale a pena entrar?

Depois de algumas idas e vindas, o já mítico IPO da Caixa Seguridade finalmente vai sair. O processo de abertura de capital da holding de seguros da Caixa Econômica Federal foi paralisado duas vezes no ano passado, mas finalmente será concluído na semana que vem, com a estreia das ações na bolsa. O IPO da […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies