Menu
2019-09-04T14:18:14-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Quem é o responsável?

Ministério Público abre inquérito para apurar vazamento de dados de clientes do Banco Pan

Uma provável vulnerabilidade na ferramenta de armazenamento de dados em nuvem, utilizada pela instituição financeira, teria exposto indevidamente 1.235.151 arquivos de documentos relacionados a clientes da instituição

4 de setembro de 2019
10:37 - atualizado às 14:18
Banco Pan cartão
Imagem: Divulgação

O Ministério Público no Distrito Federal e Territórios instaurou inquérito civil público para apurar responsabilidades pelo suposto vazamento de dados pessoais dos clientes do Banco Pan. Para o MP, este poderá ser o maior incidente de segurança envolvendo dados financeiros no Brasil.

Controlado pelo BTG Pactual e pela Caixa, o Banco Pan é um dos destaques da bolsa neste ano, com uma valorização de mais de 400% no ano das ações BPAN4. Nesta quarta-feira, esses mesmos papéis operavam em leve queda, de 0,22%.  Acompanhe o dia dos mercados na nossa cobertura.

Segundo informações do MP-DF, uma provável vulnerabilidade na ferramenta de armazenamento de dados em nuvem, utilizada pela instituição financeira, teria exposto indevidamente 245 gigabytes, o que corresponde a 1.235.151 arquivos de documentos relacionados a clientes da instituição.

A investigação teve início com base em notícia publicada na mídia especializada (The Hack), sob o título "Exclusivo: vazam mais de 200 GB de documentos de bancos brasileiros". A notícia, de 22 de julho, relata um suposto incidente de segurança envolvendo diversas instituições financeiras, inclusive o Banco Pan.

Outro lado

O banco informou, por meio de nota, que o ambiente questionado na apuração de suposto vazamento de dados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios não é de sua propriedade e que, após análise criteriosa em seus sistemas de segurança, não foi constatada qualquer invasão.

O Pan informou também que na atuação com parceiros comerciais são capturados dados cadastrais de potenciais clientes por tais parceiros, antes da efetiva formalização de uma operação com o banco, e que nesse processo adota as medidas cabíveis caso identificado qualquer tipo de uso indevido dessas informações.

O Banco Pan atua em todo o Brasil e tinha, ao final do segundo trimestre, 627 correspondentes bancários originando crédito consignado e 8,3 mil lojas multimarcas e concessionárias parceiras na originação de crédito de veículos.

Há dois anos tem trabalhado com foco na digitalização de contas, incluindo os processos para originação de consignado pelos correspondentes bancários. No segundo trimestre originou R$ 1,6 bilhão em créditos totais, valor 19% acima do mesmo período do ano passado.

Na mesma nota, o Pan diz que "a segurança da informação é uma de suas prioridades, alinhada com as melhores práticas de proteção reconhecidas internacionalmente e exigidas pelos órgãos reguladores". A instituição afirma ainda que segue à disposição para colaborar com a apuração dos fatos.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Renovação do Conselho

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho

Indicados foram considerados inaptos pelo Comitê de Pessoas por terem atuado em empresas com relação direta com a estatal nos últimos três anos

ESTRADA DO FUTURO

A equação do e-commerce: onde estamos investindo quando o assunto é varejo

O varejo é grande demais para exista um tipo de “vencedor leva tudo”. Na geração de demanda é a mesma coisa. Todos estão crescendo como derivada de uma tendência maior, que é o desenvolvimento do e-commerce

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies