Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-04T14:18:14-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Quem é o responsável?

Ministério Público abre inquérito para apurar vazamento de dados de clientes do Banco Pan

Uma provável vulnerabilidade na ferramenta de armazenamento de dados em nuvem, utilizada pela instituição financeira, teria exposto indevidamente 1.235.151 arquivos de documentos relacionados a clientes da instituição

4 de setembro de 2019
10:37 - atualizado às 14:18
Banco Pan cartão
Imagem: Divulgação

O Ministério Público no Distrito Federal e Territórios instaurou inquérito civil público para apurar responsabilidades pelo suposto vazamento de dados pessoais dos clientes do Banco Pan. Para o MP, este poderá ser o maior incidente de segurança envolvendo dados financeiros no Brasil.

Controlado pelo BTG Pactual e pela Caixa, o Banco Pan é um dos destaques da bolsa neste ano, com uma valorização de mais de 400% no ano das ações BPAN4. Nesta quarta-feira, esses mesmos papéis operavam em leve queda, de 0,22%.  Acompanhe o dia dos mercados na nossa cobertura.

Segundo informações do MP-DF, uma provável vulnerabilidade na ferramenta de armazenamento de dados em nuvem, utilizada pela instituição financeira, teria exposto indevidamente 245 gigabytes, o que corresponde a 1.235.151 arquivos de documentos relacionados a clientes da instituição.

A investigação teve início com base em notícia publicada na mídia especializada (The Hack), sob o título "Exclusivo: vazam mais de 200 GB de documentos de bancos brasileiros". A notícia, de 22 de julho, relata um suposto incidente de segurança envolvendo diversas instituições financeiras, inclusive o Banco Pan.

Outro lado

O banco informou, por meio de nota, que o ambiente questionado na apuração de suposto vazamento de dados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios não é de sua propriedade e que, após análise criteriosa em seus sistemas de segurança, não foi constatada qualquer invasão.

O Pan informou também que na atuação com parceiros comerciais são capturados dados cadastrais de potenciais clientes por tais parceiros, antes da efetiva formalização de uma operação com o banco, e que nesse processo adota as medidas cabíveis caso identificado qualquer tipo de uso indevido dessas informações.

O Banco Pan atua em todo o Brasil e tinha, ao final do segundo trimestre, 627 correspondentes bancários originando crédito consignado e 8,3 mil lojas multimarcas e concessionárias parceiras na originação de crédito de veículos.

Há dois anos tem trabalhado com foco na digitalização de contas, incluindo os processos para originação de consignado pelos correspondentes bancários. No segundo trimestre originou R$ 1,6 bilhão em créditos totais, valor 19% acima do mesmo período do ano passado.

Na mesma nota, o Pan diz que "a segurança da informação é uma de suas prioridades, alinhada com as melhores práticas de proteção reconhecidas internacionalmente e exigidas pelos órgãos reguladores". A instituição afirma ainda que segue à disposição para colaborar com a apuração dos fatos.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

superando as expectativas

Tesla aumenta em 10 vezes a receita líquida em um ano e tem perdas com bitcoin

Montadora de Elon Musk registrou US$ 11,96 bilhões de receita no período, superando as estimativas do mercado; perdas relacionadas ao bitcoin chegaram a US$ 23 milhões

Vídeo Melhores Ações do Mundo

Efeitos da Vacina na Bolsa – Analista compara o desempenho de duas gigantes dos EUA, a Coca-Cola (COCA34) e a Netflix (NFLX34)

Muito se fala dos efeitos da vacina na Bolsa de Valores. Nesse vídeo o analista da Empiricus, Enzo Pacheco, compara duas ações que seguiram caminhos diferentes na Bolsa nos últimos meses e explica os motivos.

Blink!

Qual a expectativa para CASH3? O que esperar de Cosan a partir do IPO da Raízen? Confira as respostas do Felipe Miranda na nova edição do Blink!

Em mais uma edição do seu vídeo de ‘rapidinhas’, o CIO da Empiricus fala sobre as expectativas em relação a diversos tickers e responde outras dúvidas dos seus seguidores

DESTAQUES DA BOLSA

Minério de ferro volta a subir e as ações da Vale e das siderúrgicas acompanham

O avanço do aço na China é sinal de boas notícias, o que anima os investidores por aqui.

do campo para a bolsa

AgroGalaxy (AGXY3) estreia em queda de 24%, após precificar ações no piso em IPO

Empresa de agronegócio já havia reduzido substancialmente o tamanho da oferta; analistas apontam risco de a companhia ser espremida por fornecedores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies