A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-09-16T18:02:25-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Conta digital

SoftBank “dobra a aposta” e passa a deter quase 15% do capital do Banco Inter

Fundo japonês que já investiu no Uber e Alibaba fecha acordo de acionistas com controladores do Banco Inter, que prevê nova oferta de ações no Brasil e nos EUA em até cinco anos

16 de setembro de 2019
11:43 - atualizado às 18:02
Foto de uma mão segurando um cartão do Banco Inter (BIDI11 e BIDI4)
Cartão do Banco Inter - Imagem: Julia Wiltgen/Seu Dinheiro

O japonês SoftBank decidiu "dobrar a aposta" no Banco Inter. Depois de comprar uma participação de 8,1% na oferta de ações realizada pela instituição financeira no fim de julho, o fundo especializado em empresas de tecnologia ampliou a participação para 14,94% do capital.

Junto com o aumento da participação, o SoftBank assinou um acordo de acionistas com Rubens Menin e João Vitor Menin, controladores do Banco Inter. O acordo estipula que o banco terá de fazer uma nova oferta de ações, no Brasil e nos Estados Unidos, dentro dos próximos cinco anos. Os japoneses também terão uma vaga no conselho do Inter enquanto tiverem pelo menos 5% das ações.

Com a entrada do SoftBank, o Banco Inter ganhou um parceiro de peso dentro dos planos de crescimento de sua conta digital sem tarifas que já conquistou mais de 3 milhões de clientes. O Inter também prepara o lançamento de um "super app", que ampliará a prateleira do banco para além dos produtos financeiros.

A expectativa é que a entrada do SoftBank facilite o acesso do Inter a outras gigantes de tecnologia que possuem capital do fundo. Entre os principais investimentos dos japoneses estão gigantes como Uber e Alibaba.

As ações do Inter triplicaram de valor na bolsa apenas neste ano. No pregão de hoje, os recibos de ações (units) do banco fecharam em alta de 1,72%. Já os papéis preferenciais (PN) subiram 4,45%. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies