Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-30T12:50:35-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Oferta de ações

Banco Inter quer mais R$ 1,272 bilhão de investidores na bolsa de olho em crédito e aquisições

Depois de conquistar mais de 2,5 milhões com sua conta digital gratuita, Banco Inter fará nova oferta de ações na bolsa. Mas será que depois da alta de 350% desde o IPO ainda vale a pena comprar a ação?

19 de julho de 2019
11:42 - atualizado às 12:50
Aplicativo do Banco Inter
Aplicativo do Banco Inter - Imagem: Divulgação

No dia da estreia das units (certificados de ações) na B3, o Banco Inter anunciou o plano de captar até R$ 1,272 bilhão com uma nova oferta na bolsa. Cada unit representa uma ação ordinária e duas preferenciais, cujo valor era de R$ 40,80 antes da abertura dos negócios de hoje.

A emissão será primária, ou seja, os recursos captados vão para o caixa do banco, que já conquistou mais de 2,5 milhões com sua conta digital gratuita.

O Banco Inter pretende usar o dinheiro captado dos investidores para ampliar as operações de crédito, investir em tecnologia e novos produtos e em aquisições estratégicas.

A oferta representa o último passo da reorganização anunciada pelo Banco Inter no começo do mês. Além da criação do programa de units, o banco aderiu ao Nível 2 de governança corporativa, o segundo mais rigoroso da bolsa, atrás apenas do Novo Mercado.

Em seu primeiro pregão na B3, as units do Banco Inter eram negociadas em alta de 4,80% por volta das 11h25. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

O Banco Inter pretende emitir inicialmente 26 milhões de units - que representam 26 milhões milhões de ações ON e 52 milhões de PN. Dependendo da demanda, pode haver a emissão de um lote adicional de 5,2 milhões de papéis.

A oferta será realizada com esforços restritos de colocação. Por essa regra, o banco não precisa do registro prévio da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), mas só pode vender as ações a até 50 investidores e que possuem pelo menos R$ 10 milhões para investir.

Quem já possui ações do Banco Inter também pode participar da oferta, desde que exerça o direito de prioridade entre os dias 19 e 25 de julho. Os acionistas controladores Rubens Menin e João Vitor Menin renunciaram ao direito de prioridade e terão sua participação no banco reduzida, caso a oferta seja concretizada.

A definição do preço por unit está prevista para o dia 29 de julho. Os bancos Bradesco BBI, Goldman Sachs, BTG Pactual, J.P. Morgan, Santander e Caixa são os coordenadores da oferta.

Vale a pena?

O Banco Inter estreou na bolsa em abril de 2018 ao realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Desde então, se tornou um dos maiores casos de sucesso da bolsa, com uma valorização de 350%. Só neste mês os papéis subiram quase 35%.

Embora eu seja um fã do banco e do trabalho de João Vitor Menin, acredito que tudo precisa dar muito certo para as ações justificarem novas altas como as que aconteceram no último ano.

As ações do Banco Inter hoje são negociadas a um múltiplo preço/lucro de 116 vezes! Esse indicador representa o número de anos que um investidor levaria para reaver o capital aplicado em uma ação. Ou seja, quanto mais alto o valor, mais cara é considerada a ação.

Para efeito de comparação, as ações do Itaú Unibanco são negociadas hoje a um P/L de 15,9 vezes, de acordo com dados da Economatica.

Embora a característica de tecnologia do negócio justifique um múltiplo mais alto para o Banco Inter, nos patamares atuais as chances de as ações continuarem subindo diminuem muito.

Sem falar que a arena dos bancos digitais promete uma concorrência cada vez maior, o que pode eventualmente frear o ritmo de expansão do Inter.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

RAIO-X NA CRIPTO

Solana (SOL): De queridinha do mercado à queda de quase 50%; o que está por trás do ‘apagão’ da blockchain da criptomoeda?

A rede vem sofrendo diversos ataques hackers, o que fez as transações ficarem tão lentas a ponto dos investidores acharem que a blockchain estava fora do ar

ACORDO BILIONÁRIO

Embraer (EMBR3) recebe encomenda de aeronaves de mais de R$ 21 bilhões da norte-americana Azorra

Com a entrega dos modelos em 2023, o portfólio da Azorra passará a ter 41 aeronaves da Embraer

PREPARE O BOLSO

O IPTU 2022 ficou mais caro em SP — veja até quando é possível pagar com desconto os boletos que chegam a partir de hoje

O prazo máximo para quitar o imposto varia de acordo com a data limite de recebimento dos boletos, que chegarão entre hoje e 18/02

Novo flerte?

Acionista da Aliansce vai ao “shopping” da bolsa e compra 5,76% da BR Malls após empresa rejeitar fusão

Fundo canadense CPPIB, que integra o bloco de controle da Aliansce Sonae, agora também é acionista relevante da brMalls

BLINK!

Vender Nubank (NUB33)? O que esperar do IPO da Creditas? Eleições 2022? Bitcoin (BTC) ou Microcoins? Saiba sobre esses assuntos e muito mais no BLINK!

Felipe Miranda, estrategista-chefe e CIO da Empiricus, responde às perguntas dos seus seguidores, acompanhe

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies