Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-12-13T19:21:26-03:00

O Ibovespa e o eu do futuro

13 de dezembro de 2019
19:21
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A Helena, minha filha de nove anos, e os amigos da escola decidiram escrever uma carta para o “eu do futuro” como trabalho de final de ano – hoje é o último dia de aula.

Eu nunca tive esse tipo de atividade quando criança, mas já pensei várias vezes em como seria fazer algo do tipo. O que o Vinícius de 2029 diria ao ler o texto da newsletter de hoje?

Eventos que parecem de grande importância acabam se diluindo no tempo. Se esta newsletter existisse em 13 de dezembro de 2009, o tema provavelmente seria o fechamento do Ibovespa acima dos 69 mil pontos, melhor marca daquele ano.

Olhando em retrospectiva, a nova máxima histórica que o principal índice da bolsa alcançou hoje, aos 112.564 pontos, nem parece digna de comemoração.

Pelo contrário, o fraco desempenho da bolsa nesse horizonte de tempo sintetiza bem as oportunidades perdidas pelo país. Como estaremos daqui a uma década? Bem, daqui a dez anos eu volto para responder.

Mas posso dizer que pelo menos por enquanto as perspectivas para a bolsa permanecem favoráveis. Nesta sexta-feira 13 mais um bode foi retirado da sala com o anúncio da primeira fase do acordo comercial entre Estados Unidos e China.

O anúncio coroa outra grande semana para a renda variável. O Ibovespa já acumula alta de 4% em dezembro e 28% em 2019. O Victor Aguiar (do presente) conta para você como foi mais essa semana animada para os investidores no mercado financeiro.

Quer pagar quanto?

A descoberta de uma fraude contábil bilionária deveria ser motivo de queda forte para qualquer ação, certo? Errado. Os papéis da Via Varejo dispararam no pregão de hoje apesar da informação de que deverá contabilizar uma perda de até R$ 1,4 bilhão no resultado do quarto trimestre. A Bruna Furlani falou com gestores e analistas que cobrem a empresa e conta por que os investidores reagiram tão bem a uma notícia tão ruim.

Renovando a carteira

Não é de hoje que Gustavo Montezano, presidente do BNDES, expressa sua vontade de diminuir a carteira de ações da instituição. Mas agora os planos estão seguindo adiante. O banco formalizou hoje a intenção de fazer uma oferta de ações para vender a participação na Petrobras – avaliada em R$ 24 bilhões. A notícia pode ser boa para os defensores da privatização, mas colocou pressão nos papéis da estatal, como você confere na matéria da Jasmine Olga.

Agora vale mais a pena

O governo anunciou recentemente uma série de mudanças no FGTS, inclusive a criação do chamado saque aniversário, que abre a possibilidade de você retirar uma parte do seu fundo todo ano. Optar ou não pelo resgate depende muito da situação de cada um. Mas a decisão do governo de não distribuir mais 100% do lucro do FGTS aos cotistas deixou a escolha pelo saque aniversário mais vantajosa. Saiba por que nesta matéria da Julia Wiltgen.

Depois da “super semana”

Em uma semana para lá de intensa, marcada pelas decisões de juros do Copom e do Fed, o Victor Aguiar e eu comentamos os principais assuntos que mexeram com o seu bolso no podcast Touros e Ursos. Nesta semana, conversamos também sobre a postura mais otimista da S&P sobre o rating do país, da onda de alívio nos mercados e do IPO da XP Investimentos. Então, pegue o seu fone de ouvido e aumente o som!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Otimismo

Mercado reage bem a prévias da Cyrela, consideradas ‘impressionantes’ e ‘excepcionais’ por analistas

Ontem, após o fechamento, a incorporadora informou alta de 46% no número de lançamentos e de 58% nas vendas do terceiro trimestre, em comparação ao mesmo período do ano passado

Ações em queda

O alçapão no fundo do poço: Cielo tem preço-alvo reduzido pelo Goldman Sachs

Analistas do banco norte-americano mantiveram a recomendação de venda e reduziram o preço-alvo das ações da Cielo (CIEL3) de R$ 3,70 para R$ 3,30

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Saúde

Ações da Qualicorp disparam com interesse da Rede D’Or em elevar participação

Maior acionista da Qualicorp, com participação de 12,95%, Rede D’Or entrou com pedido de autorização no Cade para adquirir mais ações da companhia na bolsa

Exile on Wall Street

IPOs: O princípio da contraindução — voltamos a comprar powerpoints?

Podemos nos atrair por casos de crescimento. Não há o menor problema nisso. Mas que haja alguma substância. E, acima de tudo, que cometamos erros novos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies