Menu
2019-12-11T18:37:36-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Direto da Nasdaq

‘Nossa jornada está só começando’, diz Benchimol, no lançamento do IPO da XP

Existe uma oportunidade enorme no Brasil, afirmou Benchimol, durante a cerimônia que marcou o início da negociação das ações da XP na Nasdaq. Os papéis disparam quase 30% no primeiro dia de negociação

11 de dezembro de 2019
12:15 - atualizado às 18:37
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, durante o evento de lançamento das ações na Nasdaq -

Enrolado em uma bandeira do Brasil, Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, disse hoje que a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na bolsa norte-americana Nasdaq representa apenas o começo da história da companhia.

"Existe uma oportunidade enorme no Brasil", afirmou em português, durante a cerimônia que marcou o início da negociação das ações.
E os ativos estrearam com o pé direito. No primeiro dia de negociação, dispararam 27,63%, fechando em US$ 34,46.

Benchimol participou do evento em Nova York ao lado da família, além de sócios e funcionários da companhia e dos bancos coordenadores. "A bagunça vai ser boa hoje à noite", brincou.

O fundador da XP disse ainda esperar que a história da empresa sirva de inspiração para que outros empreendedores "façam a coisa certa, sem atalho".

O preço por ação da corretora saiu a US$ 27 no IPO, acima da faixa estipulada, que variava de US$ 22 a US$ 25. Com o resultado, a XP Inc. estreia na Nasdaq valendo US$ 14,9 bilhões (quase R$ 62 bilhões, no câmbio de ontem).

De janeiro a setembro deste ano, a empresa registrou lucro líquido de R$ 699 milhões, alta de 99% em relação ao mesmo período de 2018. O número de clientes ativos mais que dobrou em 12 meses e atingiu 1,5 milhão no fim do terceiro trimestre.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

PANDEMIA NO PAÍS

Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados

Do total de contaminados, 86% se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

Cheiro de pedalada e de drible no teto de gastos

Caro leitor, O governo bem que tentou se safar manejando o cobertor curto, mas pelo menos para o mercado financeiro, não colou. O anúncio do programa social Renda Cidadã nesta segunda-feira lançou um combo de preocupações nos investidores e atirou o Ibovespa na lama, totalmente na contramão do resto do mundo. O dólar, por sua vez, voltou […]

dinheiro à vista

CCR paga R$ 373,2 milhões em dividendos em 30 de outubro

Empresa pagará o correspondente a R$ 0,18477410142 por ação ordinária

Na contramão

Bolsa cai e dólar dispara depois de governo revelar como pretende financiar Renda Cidadã

Ibovespa abriu em alta, mas virou em meio à frustração dos investidores com o financiamento do programa que sucederá o Bolsa Família

em anúncio do renda cidadã

Guedes: Política dá o timing e desoneração está sendo estudada

No anúncio do novo programa social do presidente Jair Bolsonaro, o Renda Cidadã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a proposta do governo foi feita com a busca da “verdade orçamentária”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements