Menu
2019-12-18T18:56:40-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Sobe e desce

Hypera, Marfrig, NotreDame Intermédica: os destaques da bolsa nesta quarta-feira

Ações da Hypera, Marfrig e NotreDame Intermédica reagiram ao noticiário corporativo carregado e apareceram entre os destaques do dia

18 de dezembro de 2019
15:00 - atualizado às 18:56
Ações bolsa
Imagem: Shutterstock

O noticiário corporativo foi responsável por algumas oscilações mais intensas na bolsa brasileira nesta quarta-feira (18) — com destaque para as ações da Hypera, Marfrig e NotreDame Intermédica.

No caso da Hypera, o mercado reagiu positivamente à aquisição de alguns ativos da Boehringer, por R$ 1,3 bilhões — a operação inclui as marcas Buscopan e Buscofem. Como resultado, as ações ON da companhia (HYPE3) fecharam em alta de 3,84%.

Em comentário, a equipe de análise do BTG Pactual classificou a transação como positiva, dadas as marcas fortes envolvidas e as possíveis sinergias, relacionadas sobretudo às áreas de produção e marketing — a consolidação da liderança da Hypera no segmento de medicamentos de venda livre no Brasil também é vista positivamente.

Marfrig em baixa

As ações ON da Marfrig (MRFG3), por outro lado, recuaram 4,21% e apresentaram o pior desempenho do índice. Na noite passada, o frigorífico movimentou R$ 3 bilhões em sua oferta de ações, sendo que a maior parte dessa cifra — R$ 2,1 bilhões — diz respeito à venda de papéis detido pelo BNDESPar. Com a operação, o banco público deu adeus à empresa.

Mais uma aquisição

Quem também apareceu na ponta positiva do Ibovespa foi NotreDame Intermédica ON (GNDI3), com ganho de 3,70%. A operadora de planos de saúde anunciou sua sexta aquisição no ano, comprando a Ecole Serviços Médicos, por R$ 49 milhões.

Enquanto isso, fora do Ibovespa...

As ações ON da Fras-le (FRAS3) dispararam 15,10% após a companhia anunciar a compra da Nakata, por R$ 437 milhões — ambas atuam no setor de autopeças, mas focadas em diferentes sistemas veiculares.

Os papéis da Randon, empresa que controla a Fras-le, aproveitaram o rescaldo e também subiram : os ativos ON (RAPT3) avançaram 7,22%, enquanto os PNs (RAPT4) tiveram ganho de 3,00%.

Top 5

Veja abaixo as cinco ações de melhor desempenho do índice no momento:

  • Engie ON (EGIE3): +5,03%
  • Qualicorp ON (QUAL3): +4,48%
  • GPA PN (PCAR4): +4,00%
  • Bradesco ON (BBDC3): +3,87%
  • Yduqs ON (YDUQ3): +3,86%

Confira também as maiores quedas do Ibovespa:

  • Marfrig ON (MRFG3): -4,21%
  • Cogna ON (COGN3): -3,00%
  • Eletrobras PNB (ELET6): -2,95%
  • MRV ON (MRVE3): -1,51%
  • Eletrobras ON (ELET3): -1,50%
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

POLÍTICA

Bolsonaro grava para campanhas e aposta em 2º turno em RJ e SP

Presidente busca apoiar aliados para tentar formar base nos grandes colégios eleitorais para sua campanha de reeleição em 2022

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies