Menu
2019-10-24T12:01:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
subindo!

Ação da alemã Basf sobe 3% após lucro de R$ 4 bilhões no trimestre

A cifra para o período foi de 911 milhões de euros (cerca de US$ 1,01 bilhão); por volta das 12h (horário de Brasília), os papeis eram negociados a 63 euros, numa alta de 2,99%

24 de outubro de 2019
11:56 - atualizado às 12:01
basf
Imagem: Shutterstock

A ação da companhia alemã de produtos químicos Basf sobe após a empresa divulgar um lucro acima do espero no terceiro trimestre deste ano. A cifra para o período foi de 911 milhões de euros (cerca de US$ 1,01 bilhão - ou R$ 4,7 bi) - analistas previam 607 milhões de euros. Por volta das 12h (horário de Brasília), os papeis eram negociados a 63 euros, numa alta de 2,99%. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

O resultado representa queda de 24% na comparação com igual período do ano passado, quando foi reportado lucro líquido de 1,2 bilhão de euros. A Basf atribuiu o desempenho negativo no trimestre aos preços mais baixos em seus negócios de materiais e produtos químicos.

O lucro antes de juros e imposto de renda (Ebit), excluindo itens especiais, também recuou 24%, de 1,47 bilhão de euros para 1,12 bilhão de euros. Já as vendas caíram 2% no período, para 15,23 bilhões de euros, ante 15,61 bilhões de euros em igual período do ano anterior.

Mais números

Na Divisão de Soluções Agrícolas, as vendas da Basf no terceiro trimestre de 2019 aumentaram 26%, de 1,243 bilhão de euros para 1,561 bilhão de euros.

Em volume, as vendas da divisão cresceram 21%. A companhia também registrou melhor desempenho no Ebit excluindo itens especiais do segmento, revertendo Ebit negativo de 5 milhões de euros para Ebit positivo de 73 milhões de euros.

A companhia reafirmou a perspectiva de guidance para o acumulado do ano, com previsão de declínio nas vendas e queda de até 30% no Ebit (lucro antes de juros e impostos), excluindo itens especiais.

A Basf afirmou ainda, no comunicado divulgado para a imprensa, que está passando por uma revisão organizacional a fim de aumentar a lucratividade e que com isso 1,8 mil postos de trabalho já foram cortados globalmente.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O melhor do seu dinheiro

11 notícias para começar o dia bem informado

Seguimos em crise, parcialmente isolados, sem previsão de volta à normalidade (se é que um dia vamos voltar ou o home office e o pijama serão o tal do “novo normal”). Mesmo assim, o Ibovespa se reaproxima dos 100 mil pontos, um marco tão comemorado nos bons tempos do mercado. É bem verdade que os […]

crise do setor aéreo

CVC aumenta estimativa com erro contábil e projeta perdas de R$ 660 milhões com pandemia

Operadora de viagens havia adiado a divulgação dos resultados do quarto trimestre de 2019; ainda sem balanço, empresa revelou os primeiros impactos da crise do coronavírus

esquenta dos mercados

Após ganhos recentes, incertezas com covid-19 e economia voltam a pesar nos mercados

Com avanço do coronavírus nos EUA e dados mais fracos na Europa, expectativa por recuperação em V dá lugar à cautela

crise no setor

Azul inicia demissões e sindicato afirma que já são mais de mil em todo o País

Empresa informa estar buscando soluções para enfrentar a crise decorrente da pandemia da covid-19

disputa em meio à crise

Acordo com Gol acirra disputa entre sócios da Smiles

Segundo sócios do Carpena Advogados, as operações de compra antecipada de passagens “não estão sendo realizadas pelo interesse da companhia, mas da sua controladora”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements