Menu
2019-04-04T14:18:06-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Balanço

Via Varejo reverte lucro em prejuízo maior que o esperado no 3º trimestre

Varejista registrou prejuízo de R$ 79 milhões revertendo lucro de R$ 46 milhões no mesmo período do ano passado

25 de outubro de 2018
7:38 - atualizado às 14:18

A Via Varejo divulgou seus resultados do 3º trimestre nesta quinta-feira 25.

A companhia encerrou o período com um prejuízo de R$ 79 milhões, revertendo lucro líquido de R$ 46 milhões do ano anterior.

Veja os números comparados ao mesmo período do ano passado e as estimativas do mercado, de acordo com a Bloomberg:

  • Lucro líquido ajustado: prejuízo de R$ 79 milhões. A expectativa era de prejuízo de R$ 57,625 milhões. Em 2017, a empresa registrou lucro de R$ 46 milhões no mesmo período do ano passado
  • Ebitda: caiu 61,6%, a R$ 161 milhões. A expectativa era de R$ 230,500 milhões. Em 2017, foi de R$ R$ 419 milhões no mesmo período
  • Receita líquida: avançou a R$ 6,337 milhões. A expectativa era de R$ 6,534 bilhões. Em 2017, foi de R$ 6,109 milhões no mesmo período

Novo sistema

Controladora das marcas Ponto Frio, Casas Bahia, Extra e Bartira, a Via Varejo atribui o prejuízo à falha na implementação de um novo sistema de vendas, baseado em um conceito omnichannel. "Uma vez superado o processo natural de curva de adoção e aprendizado, acreditamos que essa decisão estratégica trará evoluções significativas em produtividade e na experiência dos nossos clientes", disse a empresa no comunicado ao mercado.

A empresa também citou o desempenho ruim das vendas do trimestre anterior e a queda na demanda pós-Copa, o que resultou em um ambiente mais competitivo como fatores que impactaram nos números.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

nova abertura de capital

Com preço da ação no piso, Melnick, da Even, movimenta mais de R$ 700 milhões em IPO

A empresa divulgou os planos para sua abertura de capital na B3 em julho e é a 15ª empresa a realizar abertura de capital na bolsa em 2020

reparação histórica

MPT rejeita denúncias de racismo contra Magazine Luiza por programa para negros

Para o MPT, não houve violação trabalhista, mas sim uma ação afirmativa de reparação histórica

seu dinheiro na sua noite

O Abaporu da bolsa

Tarsila do Amaral pintou em 1928 uma figura de traços relativamente simples. Com a cabeça diminuta e os pés gigantes, ela surge nua tendo por companhia apenas o sol a pino e um enorme cacto. Foi só depois da reação empolgada do marido Oswald de Andrade que a artista veio a batizar o quadro de […]

Um outro olhar

Investidores mudam o foco, dólar cai e Ibovespa vive dia de forte recuperação

Bolsa recupera terreno e fecha em alta de 1,33%; dólar retorna a R$ 5,51 com reação a sinalizações de banqueiros centrais

fintech do Mercado Livre

Mercado Pago recebe aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs

Os recursos têm como destino a divisão de crédito da instituição, o Mercado Crédito, e servirão para expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que usam o Mercado Pago e o Mercado Livre

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements