Menu
2019-04-04T14:43:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Competição com a lojinha da esquina

Via Varejo mira o interior do Brasil com modelo de lojas compactas

Novo formato vai focar em cidades de menor porte, com até 70 mil habitantes

21 de dezembro de 2018
17:51 - atualizado às 14:43
Fachada de uma loja das Casas Bahia
Lojas compactas e 'smarts' serão o foco da Via Varejo em 2019 - Imagem: Divulgação

A Via Varejo vai ficar de cara nova no interior do Brasil. A empresa lança neste mês um formato diferente de lojas, mais compacto, com o objetivo de atingir cidades de até 70 mil habitantes. Segundo a companhia, o projeto tem o potencial para chegar a até 300 municípios e deve competir com varejistas regionais.

Em 2019, o plano de expansão da Via Varejo, além de se concentrar nas lojas compactas, também deve dar atenção especial para o modelo batizado de 'smart', que envolve áreas de venda um pouco maiores e tem foco no uso de tecnologia e em quiosques. Até hoje, a presença física das marcas Casas Bahia e Pontofrio se concentrava em cidades com mais de 200 mil habitantes.

E os lojões?

O novo plano de lojas da Via Varejo ainda vai conviver com as unidades convencionais, muito maiores e que serão adaptadas para lidar com novas tecnologias, integração com o e-commerce e melhor nível de serviço. Enquanto as lojas 'smart' terão de 350 a 800 metros quadrados, as lojas compactas até 150 metros quadrados e os quiosques até 25 metros quadrados, as lojas tradicionais terão área de mais de mil metros quadrados.

Uma das apostas da Via Varejo na competição nas cidades de menor porte está justamente no crediário. As novas lojas compactas já nascem capacitadas para permitir ao cliente que parcela as compras o pagamento do carnê de forma digital. A oferta de crédito é vista como um diferencial competitivo em cidades menores porque varejistas regionais não costumam ter a mesma capacidade de parcelamento das compras.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

agora vai?

Privatizações de Correios e Eletrobras ficam para o fim de 2021; veja os planos do governo

No caso dos Correios, o projeto de lei que irá permitir a desestatização da empresa ainda nem foi enviado pelo governo ao Legislativo

Privatização

No Brasil, 431 cidades adotaram iniciativas de desestatização nos últimos 24 meses

Das administrações que informaram desestatizações, 377 utilizaram o modelo de concessão.

Voando

Embraer aponta retomada difícil, mas reforça otimismo com jato de até 150 lugares

A retomada, ficará 19% abaixo do volume previsto pela Embraer ao longo da década, até 2029.

retomada

Vendas de veículos sobem 4,65% em novembro, diz Fenabrave

Volume ficou 7,12% abaixo do total vendido no mesmo mês do ano passado, uma queda em parte explicada por restrições de oferta

Dinheiro no caixa

C6 Bank recebe aporte de R$ 1,3 bilhão em rodada de captação com 40 investidores

Em uma espécie versão bilionária de “crowdfunding”, o C6 Bank foi avaliado em R$ 11,3 bilhões, o que significa que o grupo de investidores ficará com 11,5% do capital do banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies