Menu
2018-10-25T07:47:50-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Mercado de capitais

Ação da Stone sai acima do teto na oferta em Nova York

Empresa brasileira de maquininhas de cartão capta pelo menos US$ 1,2 bilhão. Preço por ação foi definido em US$ 24, acima da faixa que variava de US$ 21 a 23

25 de outubro de 2018
7:47
maquininha-balcao-stone
Maquininha de cartões da Stone -

A empresa brasileira de meios de pagamento Stone captou pelo menos US$ 1,2 bilhão em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na bolsa americana Nasdaq.

Em um sinal da alta demanda dos investidores, o preço por ação foi definido em US$ 24, acima da faixa definida pelos bancos que coordenam a oferta, que variava de US$ 21 a 23.

A oferta da Stone atraiu investidores de alto calibre. O bilionário americano Warren Buffett anunciou a intenção de aplicar até US$ 325 milhões na companhia, o equivalente a 14,166 milhões de ações.

Na reta final da operação, foi a vez da chinesa Ant Financial demonstrar interesse em investir US$ 100 milhões na empresa brasileira.

Mais que do valor do investimento em si, o que os investidores querem saber é até que ponto vai o interesse da companhia criada por Jack Ma, do site de comércio eletrônico Alibaba. Afinal, a Ant é a dona do Alipay, maior sistema de pagamentos online do mundo, com mais de 500 milhões de usuários.

Vazamento de dados

Mas não foi de boas notícias que viveu a Stone durante o IPO. A empresa sofreu um vazamento de parte de parte do código-fonte do software usado nas plataformas e foi chantageada pelo autor do crime.

O vazamento teria ocorrido depois que empresa hospedou parte do código em um sistema de terceiros e que não houve nenhum acesso aos sistemas internos da companhia.

Ainda segundo a Stone, os dados revelados não são considerados materialmente sensíveis e que as autoridades brasileiras foram informadas da ocorrência.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

embalou

Ibovespa fica perto dos 102 mil pontos com disparada dos bancos e alta em NY; dólar cai abaixo do R$ 5,60

Papéis de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco terminam sessão entre as cinco maiores altas do índice, que fechou perto da máxima; moeda americana recua 0,36% e juros sobem em dia de leilão do Tesouro e à espera de novidades fiscais. Lá fora, expectativa para estímulos alivia bolsas americanas

A novela continua

Casa Branca ainda vê ‘divergências significativas’ com democratas sobre estímulos

Kudlow disse que entre as divergências estão verba para Estados democratas em dificuldades e garantias contra processos para empresas na reabertura.

de olho no 3º tri

BofA vê espaço para que Notre Dame Intermédica siga crescendo e eleva preço-alvo

Bank of America vê espaço para que o GNDI continue ganhando mercado e aumente a sua presença em novas regiões

Ajuste nas contas

Cenário fiscal robusto é condição necessária para social sólido, diz secretário

“A melhor forma de termos uma boa gestão desse endividamento elevado é aprovar as reformas. Temos essa janela de oportunidade”, afirmou Waldery Rodrigues.

Teto de gastos

Auxílio emergencial está contido em 2020 e não passará para 2021, diz secretário

“Mais que uma âncora fiscal, o teto de gastos é super âncora fiscal, temos que seguir”, afirmou Waldery Rodrigues.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies