Menu
2018-11-14T12:52:04-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bolsa

Ação da dona da Riachuelo dispara com ‘injeção’ de governança

Conselho da Guararapes aprovou conversão de ações preferenciais (PN), sem direito a voto, em ordinárias (ON), e sem pegadinhas para os minoritários

14 de novembro de 2018
11:58 - atualizado às 12:52
Loja Riachuelo
Imagem: Divulgação

Nada como uma injeção de governança corporativa para turbinar uma empresa na bolsa. As ações preferenciais (PN) da Guararapes, dona da rede de lojas de vestuário Riachuelo, subiam quase 15% hoje pela manhã na B3. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,23%.

Os investidores reagem à notícia de que o conselho da empresa aprovou a conversão de todos os papéis PN em ordinários (ON), que dão direito a voto aos acionistas.

As ações ON da empresa também subiam forte: 5,06%. A liquidez dos papéis é pequena, mas hoje o volume negociado já passa dos R$ 15 milhões, somando as duas classes de ações.

A conversão será feita na relação de 1 para 1. Ou seja, sem nenhum tipo de prêmio de controle ou outra pegadinha que costuma ser aplicada aos minoritários.

A mudança da base acionária para 100% de ordinárias é uma das condições para uma empresa ser listada no Novo Mercado, segmento de mercado no qual estão as companhias com práticas mais rigorosas de governança.

A Guararapes não informou, contudo, se a intenção da conversão das ações é um futuro ingresso no Novo Mercado. Mas se os passos rumo à uma governança mais sólida se concretizarem, a empresa deve começar a rivalizar com a Lojas Renner na preferência dos investidores.

Grandes números

No fechamento de ontem, a dona da Riachuelo valia R$ 8,8 bilhões na bolsa. De janeiro a setembro, registrou lucro líquido de R$ 223,5 milhões, uma queda de 8,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Sem considerar efeitos extraordinários, porém, o resultado teria aumentado 31%.

A Riachuelo conta com uma rede de 308 lojas, a última inaugurada nesta semana em São José (SC). A Guararapes também controla a Midway Financeira e conta com uma base de 30,5 milhões de cartões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

“efeito de três pontos”

O [mau] comportamento dos mercados: as semelhanças entre a trajetória do câmbio e de uma bola de basquete

O câmbio vai oscilar ao gosto das notícias – das guerras comerciais à falta de agenda econômica do governo federal. Mas existe um estranho – e ainda pouco compreendido – “efeito de três pontos”.

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

CCR: Alerj recomenda retomar concessão de rodovia, mas governo é contra

Assembleia quer retomada da rodovia para reduzir tarifas, consideradas altas devido a irregularidades no contrato de concessão

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies