IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-04T14:43:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Números desanimadores

Oi registra prejuízo de R$ 1,336 bilhão no 3º trimestre

Empresa está em recuperação judicial e registrou prejuízo 70 vezes maior na comparação ao mesmo período do ano passado

14 de novembro de 2018
9:14 - atualizado às 14:43
Loja da Oi
Loja da Oi em São Paulo - Imagem: Werther Santana/Estadão Conteúdo

A Oi divulgou seus resultados para o 3º trimestre nesta quarta-feira, 14, e eles não foram muito animadores. A companhia, que está em recuperação judicial, registrou um prejuízo líquido de R$ 1,336 bilhão, 70 vezes maior àquela registrada no mesmo período de 2017. de R$ 19 milhões.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de rotina atingiu R$ 1,459 bilhão, queda de 9,1% na comparação anual. A margem do Ebitda de rotina encolheu 0,3%, para 26,6%.

A receita líquida foi a R$ 5,481 bilhões no terceiro trimestre, baixa de 8,1%.

A maior parte do salto no prejuízo da Oi está relacionada à oscilação cambial. A operadora apresentou um resultado financeiro líquido consolidado negativo de R$ 1,455 bilhão no terceiro trimestre de 2018, ante um resultado positivo de R$ 17 milhões no mesmo período de 2017.

Na contramão do prejuízo, investimentos sobem

Um destaque positivo do balanço trimestral da Oi foram os investimentos. Ao somarem R$ 1,526 bilhão no terceiro trimestre de 2018, eles consolidaram um crescimento de 13,4% em relação ao mesmo período de 2017. No acumulado de janeiro a setembro de 2018, os investimentos somaram R$ 4,021 bilhões, expansão de 4,5% em relação aos mesmos meses do ano passado.

Segundo informações da empresa, o avanço reflete o início da aceleração de investimentos previsto no plano de recuperação judicial da companhia, aprovado em assembleia de credores.

"Novo ciclo de investimentos visa a proteger a base de clientes, melhorar a qualidade de serviços e aumentar a participação de mercado capturando oportunidades de crescimento".

Para isso, a companhia afirmou que irá focar o investimento no acesso fixo e móvel, aumentando a oferta de banda larga de alta velocidade e cobertura móvel 4G e 4,5G nos clusters e cidades que foram priorizadas conforme o plano.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DE OLHO NAS REDES

Adeus, Nubank: não se engane com os resultados do trimestre, ação ainda é furada e esta outra fintech é capaz de ‘vencer’ o roxinho, alerta Empiricus — descubra

28 de novembro de 2022 - 11:14

Analistas da Empiricus destacam que o Nubank usou uma nova metodologia para calcular a inadimplência e esse detalhe faz toda diferença; entenda

LEVANTANDO DINHEIRO

Grupo Casino faz oferta secundária de ações para levantar R$ 2,7 bilhões para vender sua fatia no Assaí (ASAI3)

28 de novembro de 2022 - 10:50

Problemas financeiros constantes obrigaram o grupo francês a vender sua parte no Assaí (ASAI3), em negócio previsto pelo mercado

MAIS E MAIS PROBLEMAS

Protocolo Aave (AAVE) suspende empréstimos em criptomoedas e bitcoin (BTC) vê preços estabilizarem com crise na China; acompanhe

28 de novembro de 2022 - 10:37

O Aave é o maior protocolo de lending do Ethereum e somando os efeitos do bloqueio aos problemas de liquidez da FTX, as criptomoedas terão dias difíceis pela frente

DANÇA DAS CADEIRAS

Sai Roberto, entra Roberto: Braskem (BRKM5) anuncia troca de CEO a partir do ano que vem; veja quem ocupará o cargo

28 de novembro de 2022 - 10:23

A Novonor, acionista controladora da empresa, indicou Roberto Bischoff como substituto de Simões. A nomeação do executivo ainda deverá ser submetida à aprovação do Conselho

ALÔ, ACIONISTA

Vem provento por aí: Banco do Brasil (BBAS3) vai pagar R$ 985 milhões em JCP; saiba quem terá direito à bolada

28 de novembro de 2022 - 9:27

Poderá receber o pagamento de R$ 0,34552 por papel BBAS3 o investidor que possuir ações da companhia em 12 de dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies