🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
AINDA DENTRO DA META

Mercado continua sentindo cheiro de inflação maior para este ano

Essa é a quarta alta de previsão do indicador no ano, segundo boletim Focus, do Banco Central

Luis Ottoni
Luis Ottoni
8 de outubro de 2018
10:40 - atualizado às 14:10
Fachada do Banco Central do Brasil (BC); greve servidores
Estimativa do mercado para o IPCA foi de 4,30% para 4,40% neste anoImagem: Arnaldo Jr./Shutterstock

O mercado financeiro elevou, mais uma vez, a estimativa de inflação para este ano, segundo relatório de mercado Focus divulgado nesta segunda-feira (8).

Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, os economistas subiram a estimativa de 4,30% para 4,40% em 2018. Essa é a quarta alta do indicador no ano que, há um mês, estava em 4,05%. Para 2019, o mercado continua prevendo um índice de 4,20%. Há um mês, estava em 4,11%.

Para 2020, a projeção do Focus para o IPCA continuou a 4%. Pra 2021, a expectativa foi de 3,97% para 3,95%. Há quatro semanas, era 4% e 3,87%, respectivamente.

Com isso, as estimativas do IPCA ainda seguem dentro da meta de 4,5% para o ano.

O relatório também trouxe outras previsões:

  • Produto Interno Bruto (PIB): caiu de 1,35% a 1,34% para 2018 e manteve estável em 2,50% para 2019.  Os economistas também não alteraram previsão para 2020 e 2021, que continuou em 2,5%
  • Dólar: o mercado manteve as projeções anteriores para 2018, a R$ 3,89, e para 2019, a R$ 3,83
  • Taxa básica de juros (Selic): estável em 6,50% em 2018 e 8% para 2019
  • Balança comercial: projeção de 2018 subiu de US$ 54,6 bilhões para US$ 55 bilhões; para 2019, foi de US$ 45,6 para US$ 46,3 bilhões

IGP-M

O relatório também mostrou a média das projeções para o IGP-M em 2018 permaneceu em 9,60%. Há um mês, estava em 8,25%. No caso de 2019, a alta do IGP-M projetada foi de 4,50% para 4,49%, ante os mesmos 4,49% de quatro semanas antes.

Os Índices Gerais de Preços (IGPs) são calculados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV)  e são afetados pelo desempenho do câmbio e pelos produtos de atacado, em especial os agrícolas.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

TAXA NEGATIVA

Há chance de deflação recorde no terceiro trimestre? Analistas preveem maior queda do IPCA desde o início do Plano Real

11 de setembro de 2022 - 14:41

Após dois meses seguidos de queda dos preços, economistas agora monitoram a chance de uma nova taxa negativa em setembro

PREVISÕES PARA O COPOM

Um dos maiores especialistas em inflação do país diz que não há motivos para o Banco Central elevar a taxa Selic em setembro; entenda

10 de setembro de 2022 - 16:42

Heron do Carmo, economista e professor da FEA-USP, prevê que o IPCA registrará a terceira deflação consecutiva em setembro

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: inflação no Brasil e juros na Europa são destaques de semana mais curta

4 de setembro de 2022 - 7:42

A inflação medida pelo IPCA é o principal dado da agenda econômica local; no exterior, atenção para o BCE e os juros da zona do euro

SEM COMBUSTÍVEL PARA A INFLAÇÃO

IPCA confirma deflação em julho, Copom alivia retórica e analistas começam a revisar projeções para a taxa Selic

9 de agosto de 2022 - 12:32

IBGE registra deflação de 0,68% ante junho, a maior do Plano Real; preços foram puxados para baixo pelos combustíveis

IPCA DE JUNHO

A escalada continua: Inflação acelera, composição da alta dos preços piora e pressiona o Banco Central a subir ainda mais os juros

8 de julho de 2022 - 13:01

O IPCA subiu 0,67% em junho na comparação com maio e 11,89% no acumulado em 12 meses, ligeiramente abaixo da mediana das projeções

VOLTANDO À NORMALIDADE

Focus está de volta! Com o fim da greve dos servidores, Banco Central retoma publicações — que estavam suspensas desde abril

6 de julho de 2022 - 18:17

O Boletim Focus volta a ser publicado na próxima segunda-feira (11); as atividades do Banco Central serão retomadas a partir de amanhã

Taxas gordas

Com risco fiscal, retorno de 6% + IPCA volta a ser comum entre títulos Tesouro IPCA+ de longo prazo

6 de julho de 2022 - 16:51

Todos os vencimentos de títulos públicos Tesouro IPCA+ a partir de 2035 já voltaram a pagar a rentabilidade “mágica” desse tipo de ativo

enxugando gelo

Alivia agora para apertar depois: corte de impostos sobre combustíveis e energia reduz estimativas de inflação para 2022, mas pressão volta em 2023

2 de julho de 2022 - 12:05

Economistas revisam suas projeções para o IPCA e alertam que fiscal e volta do PIS/Cofins podem voltar a bater na inflação no ano que vem

OLHA A FOGUEIRA

Me ajuda, São João! Itens de festas juninas ficaram 13,52% mais caros do ano passado para cá; confira produtos que subiram mais

25 de junho de 2022 - 10:30

Os principais itens são aqueles relacionados às commodities, influenciadas pelas cotações internacionais e dólar

UFA!

Inflação enfim mostra sinais de alívio e analistas veem fim do ciclo de alta da Selic mais próximo

9 de junho de 2022 - 12:35

IPCA desacelerou a 0,47% em maio, de 1,06% em abril; dados vieram aquém das estimativas tanto em base mensal quanto na comparação anual

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies