2019-04-04T14:10:38-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
IPCA

Inflação vai ao maior patamar para outubro em 3 anos

IPCA fechou outubro em alta de 0,45%. maior taxa para o período desde 2015, quando foi registrada alta de 0,82%

7 de novembro de 2018
9:26 - atualizado às 14:10
Imagem: shutterstock

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada prévia da inflação, fechou outubro em alta de 0,45% ante aumento de 0,48% em setembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar da queda na comparação com o mês anterior, essa é a maior taxa para o período desde 2015, quando foi registrada alta de 0,82%.

No acumulado do ano até outubro, a alta é de 3,81% ante 2,21% do mesmo período do ano passado.

No acumulado de 12 meses, o índice subiu 4,56% ante os 4,53% dos 12 meses imediatamente anteriores. O valor está acima da meta do Banco Central, de 4,5%, para o ano, com margem de 1,5% para mais ou menos.

Veja evolução do índice nos últimos 12 meses:

 

O que puxa a alta?

Alimentação e bebidas aceleraram 0,59% enquanto os preços de transporte tiveram alta de 0,92%. Segundo o IBGE, os dois grupos representam 43% das despesas da família e contribuíram com cerca de 70% do índice do mês.

Os combustíveis também foram destaque, com alta de 2,44%, representando um terço do índice no mês. O etanol teve a maior alta (4,07%), seguido por óleo diesel (2,45%), gasolina (2,18%) e gás veicular (0,06%). As passagens aéreas também tiveram destaque com alta de 7,49%.

Já na alimentação, os preços foram puxados por: tomate (51,27%), batata-inglesa (13,67%), frango inteiro (1,95%) e carnes (0,57%).

*Com Estadão Conteúdo 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos