A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-13T11:23:36-03:00
Ricardo Gozzi
DIA MUNDIAL DO ROCK

Pode vir quente que eu estou fervendo: O dragão da inflação chama o Fed para dançar e azeda o humor nas bolsas

Inflação nos EUA segue no nível mais alto em mais de 40 anos e deve forçar o Fed a uma ação ainda mais agressiva na tentativa de deter a alta dos preços

13 de julho de 2022
11:20 - atualizado às 11:23
Jerome Powell como astro do rock nos anos 60
Dragão da inflação ataca o presidente do Fed, Jerome Powell. - Imagem: Shutterstock / Wikimedia / Montagem Brenda Silva

Erasmo Carlos nunca esteve tão atual. Pelo menos para o dragão da inflação. O símbolo da alta dos preços aproveitou o Dia Mundial do Rock para evocar o ícone do rock’n’roll nacional e chamar para a pista o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell.

‘Se você quer brigar e acha com isso estou sofrendo
Se enganou meu bem
Pode vir quente que eu estou fervendo!’

'Vem quente que eu estou fervendo' - Erasmo Carlos (1967)

O índice de preços ao consumidor norte-americano (CPI, na sigla em inglês) surpreendeu o mercado e azedou de vez o humor dos investidores.

E “qualquer surpresa hoje pode ter um grande impacto”, já havia antecipado Jim Reid, estrategista do Deutsche Bank.

Inflação nos EUA está no nível mais alto desde 1981

A inflação oficial acelerou-se a 1,3% de maio para junho nos Estados Unidos, de 1,0% no mês anterior. O vilão de junho foi o preço dos combustíveis.

No acumulado em 12 meses, o CPI subiu 9,1% em junho. Trata-se do nível mais alto desde novembro de 1981.

O resultado surpreendeu para cima. Na mediana das estimativas, os participantes do mercado esperavam altas de 1,1% no mês e 8,8% no ano.

Reação exagerada?

Já o impacto previsto por Reid é negativo. Os índices de ações de Nova York abriram em queda acentuada, o Ibovespa opera no vermelho e as bolsas de valores europeias afundaram ainda mais.

Segundo ele, os temores relacionados a uma possível recessão se justificam pelos aumentos agressivos das taxas de juro pelos bancos centrais (principalmente o Fed), pela alta dos casos de Covid na China e pela perspectiva de a Rússia manter a Europa sem gás por mais tempo que o previsto.

Num comunicado divulgado pouco depois, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, admitiu que a inflação está "inaceitavelmente alta", mas alegou que os números estão "desatualizados".

Marcelo Oliveira, CFA e fundador da Quantzed, ecoa Biden e considera a reação do mercado à inflação nos EUA é exagerada. Para ele, o número divulgado hoje fala do passado em um momento no qual a pressão sobre os preços das commodities teria ficado para trás.

“Óbvio que inflação mais alta nos Estados Unidos cansa porque nem Estados Unidos nem China estão conseguindo crescer. Na minha opinião, o pior da inflação parece ter ficado para trás”, disse ele.

E o Fed?

De qualquer modo, diante da inflação no nível mais elevado em mais de quatro décadas, a expectativa é de que o Fed promova movimentos ainda mais agressivos na tentativa de domar o dragão.

Antes da divulgação dos números de hoje, os participantes do mercado esperavam uma nova alta de pelo menos 75 pontos-base na taxa básica de juro na próxima reunião do Fed, marcada pra o fim de julho.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magalu (MGLU3) dispara, BC amigo das criptomoedas e outros destaques do dia

12 de agosto de 2022 - 19:07

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada.  Com traumas dos episódios recentes, quando a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais […]

FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

12 de agosto de 2022 - 18:41

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

SEMANA EM CRIPTO

Ethereum (ETH) rouba a cena e dispara 14%, mas bitcoin (BTC) encerra semana acima dos US$ 24 mil; saiba o que esperar das criptomoedas

12 de agosto de 2022 - 17:56

O otimismo com a atualização do éter, as sanções ao Tornado Cash e o real digital são alguns dos destaque da semana

FEBRABAN TECH 2022

Setor financeiro melhora planos para o metaverso e já fala em criptomoedas como ‘espinha dorsal’ do processo — mas isso vai levar algum tempo; entenda

12 de agosto de 2022 - 17:40

O Febraban Tech 2022 foi realizado entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo; confira alguns destaques

COM PASSAGENS DE SAÍDA

Cinco empresas chinesas vão retirar seus ADRs da Bolsa de Nova York — saiba por quê

12 de agosto de 2022 - 17:02

As estatais anunciaram planos de retirada voluntária de seus ADRs ainda neste mês; a decisão acontece em meio à desacordo entre os órgãos reguladores da China e dos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies