🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Seguindo o fluxo

Gol não vai renovar contrato com Smiles e quer união de base acionária

Aérea informou que não renovará contrato com a Smiles para unir base acionária das empresas

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
15 de outubro de 2018
7:58 - atualizado às 11:07
Avião Gol
Imagem: shutterstock

A Gol anunciou que não renovará o contrato com sua empresa de fidelidade, Smiles, que vence em 2032. A razão, segundo a empresa, seria a necessidade de uma reorganização societária. A notícia foi divulgada ontem à noite em fato relevante pela empresa aérea.

Com isso, a aérea quer unificar as bases acionárias com a empresa de programas de fidelidade Smiles para , dessa forma, levar a Gol ao Novo Mercado da B3. Em nota, a Gol explica que "a concorrência em ambos mercados de aviação e programas de fidelidade tornou-se mais desafiadora nos últimos anos."

Ao final, a companhia terá uma única espécie de ação com direito a voto negociepoada no Novo Mercado e na New York Stock Exchange (NYSE) via programa de ADS (American Depositary Share), além de integração de resultados financeiros e operacionais das empresas, dos balanços e fluxos de caixa.

Em queda

O anúncio teve reflexos diretos nas ações ordinárias da Smiles na Bovespa que, por volta das 10h56, caíam 27,82%.

Contrato operacional

Além disso, a Gol comunicou à Smiles Fidelidade sua intenção de não renovar o contrato operacional e o de prestação de serviços de backoffice, com data de validade de 2032, e pediu assembleia geral extraordinária da Smiles para incluir em seu estatuto previsão para a constituição de um comitê especial independente para negociar os termos da reorganização, que se dará em etapas.

Primeiro, a Gol Linhas Aéreas S.A. (GLA) criará ações preferenciais especiais com direitos econômicos majorados em relação às ordinárias. Outro passo é a venda das ON de GLA ao acionista controlador da Gol, o Fundo de Investimento em Participações Volluto. Depois, haverá a incorporação da Smiles pela Gol, com a emissão de ações PN da companhia aérea e de uma nova classe de PN resgatáveis. Após o resgate dessas ações, com pagamento em dinheiro (em prazo a ser determinado), o passo seguinte será o aumento de capital da GLA e, por fim, a migração da Gol para o segmento Novo Mercado.

A previsão é que as assembleias gerais das companhias sejam convocadas em aproximadamente 100 dias.

Para chegar a esta decisão, a Gol estudou também uma oferta pública unificada de aquisição (OPA) de até a totalidade das ações da Smiles para cancelar o registro de companhia aberta da e sair do Novo Mercado. "Caso a reorganização não seja aprovada, a Gol poderá ou não reverter para estruturas alternativas para alcançar seus objetivos a esse respeito, incluindo por meio de uma oferta pública de aquisição", diz o comunicado.

Em passos

A Gol Linhas Aéreas passará a ser controlada diretamente pelo Volluto, hoje controlador direto da Gol Linhas Aéreas Inteligentes e indireto da GLA e da Smiles.

O capital social da GLA passará a ser representado por ações ordinárias e pelas PN especiais GLA. Depois, as ON da GLA serão vendidas ao Volluto, que deterá 100% do capital social votante da GLA.

Na incorporação da Smiles pela Gol, os acionistas da empresa de fidelidade receberão uma combinação de ações PN e PN resgatáveis Gol - a relação de substituição e os termos serão negociados com o comitê independente da Smiles.

Em ambas as etapas será garantido direito de recesso. Em seguida, será aprovado um aumento de capital da GLA na forma das Ações PN Especiais GLA, a ser integralmente subscrito e integralizado pela GOL, com os ativos e passivos da Smiles.

Por fim, a Gol será listada no Novo Mercado, com a versão das PN em ON. A Gol fará um grupamento das ON na proporção de 35 para 1, de forma a manter a base de precificação de suas ações no mercado. Os acionistas PN dissidentes terão o direito de retirar-se, pelo seu valor patrimonial.

Seguindo o fluxo

Há um mês, a Latam anunciou que não iria renovar o contrato com a Multiplus, que vencerá em 2024. Segundo a aérea, a empresa diminui a margem de lucro e a competitividade da Latam.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

VAI DECOLAR?

Gol faz pouso forçado na B3 após prejuízo bilionário — mas ainda vale embarcar nas ações GOLL4; saiba por quê

28 de julho de 2022 - 13:25

A companhia aérea registrou um perda líquida de R$ 2,85 bilhões no segundo trimestre de 2022, revertendo resultado positivo de R$ 642,9 milhões registrado um ano antes

CÉUS CARREGADOS

Gol (GOLL4) projeta demanda forte no 2º trimestre — mas ‘efeito combustíveis’ e dólar alto ainda devem gerar prejuízo

11 de julho de 2022 - 10:13

A alta no preço dos combustíveis deve impactar os números da Gol (GOLL4), que divulgará seu balanço no dia 28 de julho

SOBE E DESCE

Via (VIIA3) lidera as altas do Ibovespa e Gol (GOLL3) vai em direção oposta ‒ saiba o que foi destaque na bolsa na semana

9 de julho de 2022 - 9:44

O Ibovespa fechou o último pregão da semana em queda de 0,44%, mas acima dos 100 mil pontos; varejistas retomam fôlego e recuperam perdas

RUN, FORREST, RUN!

É hora de fugir de Azul e Gol? JP Morgan diz se vale a pena ter ações AZUL4 e GOLL4 neste momento

27 de junho de 2022 - 13:30

O banco não mexeu na recomendação para os papéis, mas cortou bruscamente seus preços-alvo; entre as aéreas da América Latina, a mexicana Volaris é a preferida

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro de mais de 8% em swing trade com a Gol (GOLL4); confira a recomendação

14 de junho de 2022 - 8:32

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Gol (GOLL4), com entrada em R$ 9,97; veja a análise

NOVO PILOTO

Gol (GOLL4) terá troca de comandante: Celso Ferrer assume cargo de CEO

16 de maio de 2022 - 10:12

Celso Ferrer tem 39 anos, sendo 17 deles na Gol, onde iniciou a carreira como estagiário. Ele também é piloto de linha aérea e compõe o quadro de tripulantes na frota Boeing 737

Plano de voo

“Fusão” nos ares: Gol (GOLL4) se juntará à Avianca para formar a holding Abra — e bater de frente com a LATAM

11 de maio de 2022 - 11:08

Juntas, as duas companhias têm cerca de 250 aeronaves em sua frota; a transação deve ser concluída na segunda metade de 2022

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: com dólar a R$ 5,08, Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) despencam; Suzano (SUZB3) e exportadoras sobem

2 de maio de 2022 - 15:56

Com o dólar se aproximando da barreira de R$ 5,10, empresas com dívida denominada na moeda americana e com custos dolarizados são as que mais sofrem; por outro lado, exportadoras ganham um impulso

COMO UMA LUVA

Unindo o útil ao mais útil ainda: Gol (GOLL4) e Mercado Livre fecham acordo para transporte de carga e logística

19 de abril de 2022 - 12:34

Acordo entre Gol e Mercado Livre terá duração de dez anos e deve ser colocado em prática a partir do segundo semestre

voando alto

Gol (GOLL4) aprova aumento de capital para cumprir acordo com a American Airlines

8 de abril de 2022 - 12:44

Aumento de capital da Gol pode ir de R$ 948,3 milhões até R$ 2,9 bilhões. Acionistas terão preferência na compra das novas ações

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies