Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-25T19:43:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Turbulência online

Mais uma vítima? Gol (GOLL4) nega ataque hacker, mas clientes enfrentam instabilidade em site e aplicativo da aérea

Segundo a empresa, a instabilidade surgiu durante uma manutenção nos sistemas realizada durante o final de semana

24 de agosto de 2021
16:59 - atualizado às 19:43
Avião branco com o logo da Gol na lateral parado em uma pista de pouso
Passageiros relataram problemas para mudar seus voos, comprar passagens e realizar check-in. - Imagem: Shutterstock

Com o crescente número de ataques hackers a empresas brasileiras e internacionais, uma instabilidade no site da companhia aérea Gol (GOLL4) chama atenção desde o final de semana. Em postagens nas redes sociais, vários passageiros relataram problemas para mudar seus voos, comprar passagens e realizar check-in.

A empresa, porém, garante que não sofreu nenhum tipo de ataque cibernético como o que derrubou o site das Lojas Renner na última semana. Segundo a Gol, a instabilidade surgiu durante uma manutenção nos sistemas realizada durante o final de semana e a empresa está "atuando para minimizar os impactos".

A aérea havia comunicado antecipadamente que seus canais digitais ficariam indisponíveis entre 19h do sábado e 12h de domingo. Mas, até esta terça-feira (24), as plataformas não foram regularizadas.

Apesar do problema, o apetite dos investidores pelos papéis da empresa não diminuiu. As ações da GOLL4 estão entre as maiores altas do Ibovespa hoje, com alta de mais de 10%.

Dor de cabeça para os clientes

Além do departamento de TI da companhia, quem também sofre com o problema são os passageiros. Segundo informações do jornal Folha de Boa Vista, cerca de 15 pessoas perderam ontem (23) um voo com destino a Brasília graças às falhas.

O sistema de check-in online exibia horários de embarque e voo com cerca de uma hora de atraso do horário real da viagem, o que levou os passageiros a chegarem ao aeroporto após a decolagem do avião.

Clientes também afirmam que não conseguem realizar nenhum procedimento no site e que precisam aguardar por horas para ter um atendimento por telefone.

O site da Gol informava hoje que o tempo de espera médio para atendimento pela internet era de uma hora e três minutos. Contudo, ainda de acordo com os relatos, a espera ultrapassa duas horas e meia.

A companhia destacou, em nota, que o problema nas plataformas eletrônicas não afeta a operação de voos.

O que diz a empresa

Em atualização a seu posicionamento anterior, a Gol informou, nesta quarta-feira (25), que o fim dos problemas originados pela manutenção está mais próximo. "Os procedimentos de contingência aplicados durante o período mais crítico fluíram normalmente e as operações já estão normalizadas, tanto de vendas quanto nos canais digitais de atendimento, incluindo check-in online.

A empresa reforçou que não houve nenhuma situação de vulnerabilidade do sistema e que, no momento, lida apenas com "instabilidades pontuais na disponibilização de nossos produtos para algumas agências de viagem".

Para agentes de viagem que ainda enfrentam dificuldades de acesso e emissões, a GOL pede que procurem os executivos comerciais responsáveis pelo atendimento de suas respectivas agências.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Ouro líquido

Petróleo volta a subir e impulsiona ações de petroleiras, mas será que o novo ciclo de alta da commodity veio para ficar?

Na visão dos analistas do Goldman Sachs, os preços da commodity não devem parar apenas nas últimas cinco altas consecutivas

Leão social

Reforma do Imposto de Renda vai bancar Auxílio Brasil? Se depender da Câmara dos Deputados, sim; entenda

Os deputados aprovaram um projeto de lei que autoriza o uso e recursos da reforma no programa desenhado para substituir o Bolsa Família

Mais uma na lista

Corretora de criptomoedas Huobi Global, uma das maiores do mundo, restringe negociações na China

A plataforma também informou que retirará gradualmente as contas existentes no gigante asiático até o fim de 2021

Uma nova gigante tech

Infracommerce (IFCM3) dispara 10% com “aquisição transformacional”; outras techs sentem o baque e caem

A Infracommerce (IFCM3) acertou a compra da Synapcom, ganhando escala no B2B — e pagando um preço relativamente baixo pela rival

NOVO SUSTO

Em crise de liquidez, concorrente da Evergrande esboça pedido de apoio a governo de cidade chinesa

Notícia provocou queda acentuada nas ações da Sunac, que fecharam hoje no nível mais baixo em 4 anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies