🔴 +30 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – ACESSE GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
CÉUS CARREGADOS

Gol (GOLL4) projeta demanda forte no 2º trimestre — mas ‘efeito combustíveis’ e dólar alto ainda devem gerar prejuízo

A alta no preço dos combustíveis deve impactar os números da Gol (GOLL4), que divulgará seu balanço no dia 28 de julho

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
11 de julho de 2022
10:13 - atualizado às 14:32
Imagem de avião da Gol (GOLL4) voando num céu azul, com algumas nuvens brancas | Ibovespa
Gol (GOLL4) - Imagem: Divulgação

O setor aéreo ainda sente os efeitos da pandemia e um exemplo disso é a Gol (GOLL4): a empresa publicou hoje suas projeções para o balanço referente ao segundo trimestre deste ano — e, entre os dados não-auditados, chama a atenção a previsão de uma demanda mais forte, com a recuperação do setor de viagens.

Mas a boa notícia é eclipsada por um prejuízo ainda elevado, dada a explosão na linha de custos. Segundo o documento, o prejuízo por ação da Gol deve ser de R$ 1,80 entre abril e junho deste ano; em relação aos recibos de ações (ADRs) negociados em Nova York, as perdas devem ser da ordem de US$ 0,75 por papel.

A Gol estima ainda uma margem EBITDA de aproximadamente 10% no trimestre, um dado que indica o lucro do negócio antes de serem contabilizados os juros, a depreciação e a amortização do período.

Veja também: a renda fixa é a campeã do 1º semestre

Já a receita unitária de passageiros deve ter um aumento de 50%, impulsionada pela recuperação da demanda tanto no mercado doméstico quanto internacional. Vale observar que a comparação aqui é feita ano a ano, e que o segundo trimestre do ano passado foi bastante fraco para as companhias aéreas no geral, já que a maioria das pessoas adultas não estavam vacinadas no Brasil e circulavam bem menos.

A Gol também informou que os custos com combustíveis devem trazer um aumento de 73% na comparação com o mesmo período de 2021, impactado pelo aumento de 80% no preço médio do querosene de aviação — o dólar mais alto e a elevação no preço do petróleo são cruciais para a linha de gastos da companhia.

O balanço oficial da empresa no segundo trimestre deve ser informado no próximo dia 28 de julho.

Previsões meio nubladas para a Gol (GOLL4)

Em relatório divulgado na semana passada, o BTG Pactual já apontava um resultado fraco para a Gol (GOLL4) no segundo trimestre do ano. De acordo com os analistas do banco, um dos maiores impactos deve vir justamente do alto preço dos combustíveis, além da variação cambial desfavorável.

A expectativa do BTG é de que a companhia aérea tenha um prejuízo líquido de R$ 1 bilhão no período.

As incertezas em relação ao setor são refletidas pelo desempenho das ações da Gol na bolsa. No acumulado de 2022, os papéis GOLL4 recuam cerca de 50%; em um ano, as baixas já chegam a 60%.

No pregão desta segunda-feira (11), após a divulgação das previsões do balanço, a Gol (GOLL4) liderava as perdas do Ibovespa com uma queda de 5,90% às 11h46. As ações da Azul (AZUL4) seguiam o mesmo movimento, com baixa de 5,70%.

A cautela externa também pressiona a bolsa brasileira, com os investidores receosos com a notícia de que a China voltou a endurecer as medidas para controle do coronavírus. Às 11h52, o Ibovespa caía 1,76%, aos 98.520 pontos.

Compartilhe

VAREJO EM APUROS

Diluição à vista? Lojas Marisa (AMAR3) quer mais do que triplicar o limite de ações

29 de fevereiro de 2024 - 11:24

Proposta do conselho de administração da Lojas Marisa prevê elevar de 90 milhões para 300 milhões o limite de AMAR3 em circulação

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos, mas sustenta os 129 mil pontos no fim da sessão; dólar tem leve alta

29 de fevereiro de 2024 - 7:13

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta quinta-feira (29) em queda, mas conseguiu sustentar o patamar de 129 mil pontos.  Por aqui, a cautela com o rumo dos juros no Brasil e exterior pressionou as ações de bancos, que caíram em bloco na B3. Com isso, o principal índice da bolsa brasileira fechou […]

SUBIU NO TELHADO

Petrobras (PETR4): a fala do CEO sobre dividendos que derruba as ações da estatal hoje na B3

28 de fevereiro de 2024 - 14:47

Em entrevista à Bloomberg, Jean Paul Prates defendeu que a Petrobras tenha “cautela” na distribuição de dividendos; ações reagem em forte queda

PROBLEMAS NOS HOTÉIS?

Por que os dividendos do fundo imobiliário HTMX11 tiveram um corte brusco em fevereiro? Confira a explicação da gestão

28 de fevereiro de 2024 - 12:17

O fundo de hotéis comunicou, no início do mês, que pagaria R$ 0,86 por cota aos investidores, contra R$ 3,25 em janeiro.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai a 130 mil pontos, pressionado pela desvalorização de Petrobras (PETR4) após falas de Prates sobre dividendos; dólar sobe a R$ 4,97

28 de fevereiro de 2024 - 7:24

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira terminou a sessão desta quarta-feira (28) no vermelho, com o cenário corporativo roubando os holofotes do calendário de indicadores econômicos no exterior. O Ibovespa encerrou o dia em baixa de 1,16%, aos 130.155 pontos. Por sua vez, o dólar fechou próximo das máximas do dia, com um avanço de […]

PORTFÓLIO DE GIGANTES

XPML11 fecha acordo com empresa da B3 e pagará mais de R$ 1,8 bilhão por ‘pacotão’ de shoppings centers

27 de fevereiro de 2024 - 18:41

O fundo imobiliário assinou um memorando para ficar com participações detidas pela Syn Prop & Tech em seis shoppings centers

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em alta e sustenta os 131 mil pontos, ajudado por Vale (VALE3) e IPCA-15 abaixo do esperado; dólar recua a R$ 4,93

27 de fevereiro de 2024 - 7:14

RESUMO DO DIA: Diversos tons de verde tingiram a sessão da bolsa brasileira nesta terça-feira (27), que conseguiu escapar do ritmo de cautela do exterior e atingiu os 131 mil pontos. Por aqui, o foco dos investidores esteve no IPCA-15, que subiu em fevereiro, mas menos do que estimavam os analistas de mercado. A prévia […]

FIIs HOJE

Os dividendos deste fundo imobiliário saltaram mais de 1200% após venda de ativo e devem seguir em alta no semestre, mas o FII já tem data para acabar

26 de fevereiro de 2024 - 15:39

O FII em questão distribuiu R$ 0,41 por cota para seus pouco mais de 2.400 cotistas neste mês, contra cerca de R$ 0,03 em janeiro

SAIBA MAIS SOBRE O NEGÓCIO

Fundo imobiliário TRXF11 troca oito lojas por três, mas vai lucrar mais de R$ 100 milhões com a transação e reduzir dívidas

26 de fevereiro de 2024 - 11:23

O FII fechou um acordo para vender oito imóveis atualmente locados para o Assaí e o GPA e comprar três lojas cuja inquilina é a Decathlon

MAIS DINHEIRO NO BOLSO

Nubank: cofundadora e executivos embolsam R$ 60 milhões em nova venda de ações

26 de fevereiro de 2024 - 10:01

Cris Junqueira vendeu o equivalente a US$ 8,450 milhões (R$ 42 milhões) em ações do Nubank após resultado do quarto trimestre do banco digital

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies