Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-02T20:01:28-03:00
ESG nos céus

Rota Recife – Fernando de Noronha da Gol (GOLL4) é a primeira com carbono neutro no Brasil; veja como é feita a compensação

A iniciativa faz parte do projeto intitulado “Meu Voo Compensa” e surgiu por meio da parceria entre a Gol e a MOSS, uma das maiores plataformas ambientais de créditos de carbono do mundo

2 de setembro de 2021
20:01
Avião nos céus
As característica do voo e do avião não são diferentes de outras rotas da aérea; a "pegada ambiental" do trajeto está no sistema de compensação com créditos de carbono. - Imagem: Shutterstock

A Gol (GOLL4) realizou na quarta-feira (1) o primeiro voo carbono neutro do Brasil, com decolagem em Recife (PE) e pouso no arquipélago de Fernando de Noronha (PE).

Segundo a empresa, a partir de agora, todos os voos da companhia de ida e volta para ilha que saem da capital do Estado terão emissão neutra de carbono, em linha com as práticas ambientais vigentes em Fernando de Noronha.

A iniciativa faz parte do projeto intitulado “Meu Voo Compensa" e surgiu por meio da parceria entre a Gol e a MOSS, uma das maiores plataformas ambientais de créditos de carbono do mundo.

Apagando a pegada

As característica do voo e do avião não são diferentes de outras rotas da aérea. A única exceção é a água, servida em latas de alumínio reciclável ao invés de copos plásticos. A "pegada ambiental" do trajeto está no sistema de compensação com créditos de carbono.

Segundo a plataforma de rastreamento RadarBox, o trajeto — com duração de menos de uma hora — equivale a 50 quilos de dióxido de carbono (CO2) por passageiro na calculadora da MOSS.

A plataforma doa a todos os clientes da aérea e moradores da ilha que voam na rota Recife-Fernando de Noronha-Recife a compensação da pegada carbônica de suas viagens, neutralizando as emissões totais de carbono nos dois trechos. Assim, a pegada deixada nas duas viagens é automaticamente "apagada", sem custo extra aos passageiros.

Além da rota Recife-Fernando de Noronha — como parte do projeto “Meu Voo Compensa" — qualquer pessoa que voa com a Gol pode compensar as emissões de gases de efeito estufa comprando o MCO2 Token, crédito de carbono comercializado pela MOSS.

Quem compra as passagens da empresa recebe a "conta" das emissões da viagem e indicações de como compensá-las. Os interessados são direcionados ao site para comprar o token MCO2 e recebem um certificado com informações sobre como essas emissões estão sendo compensadas.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies