Menu
2018-10-08T02:05:06-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
Jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e com MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Foi editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo e do portal IG.
Eleições 2018

Bolsonaro e Haddad vão para 2º turno em eleição marcada pela polarização entre direita e esquerda

Votações de Bolsonaro e Haddad ficaram acima do que apontavam as pesquisas e fora do intervalo considerado tolerável pela margem de erro

7 de outubro de 2018
19:06 - atualizado às 2:05
Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, candidatos às eleições presidenciais de 2018
Candidatos às eleições presidenciais 2018 - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil e Sérgio Silva/Wikimedia Commons

O Brasil terá um embate entre direita e esquerda no segundo turno. Jair Bolsonaro (PSL) ficou com 46,03% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT) conquistou 29,28%, com 99% das urnas apuradas, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A eleição marcou a morte do Centrão e a polarização extrema do país. Os candidatos que tentaram ser uma terceira via ao radicalismo, como Ciro Gomes, Marina Silva e Geraldo Alckmin, não conseguiram angariar votos.

A decisão da eleição ocorreu na reta final. Um dos fatos mais marcantes da eleição foi o atentado contra Bolsonaro no dia 6 de setembro, que deixou o líder das pesquisas internado no último mês da campanha. O caso trouxe exposição a Bolsonaro e ele ganhou mais votos após o episódio.

Outro fato marcante da reta final foi o avanço de Haddad. Antes de 17 de setembro, o petista não aparecia nas pesquisas no segundo turno. A vaga no segundo turno mostra que a estratégia do PT de lançar Lula como candidato, mesmo ele estando preso em Curitiba, foi bem-sucedida. O ex-presidente aparecia em primeiro lugar nas intenções de voto antes da eleição e conseguiu transferir um número suficiente de eleitores para garantir Haddad no segundo turno.

Reação dos mercados

O mercado começou a eleição na torcida por Geraldo Alckmin, que fechou um acordo com o Centrão e prometia propor as reformas econômicas no início do mandato. Como Alckmin não emplacou, o mercado financeiro rapidamente migrou para a torcida de Jair Bolsonaro. Na última semana, com o avanço do capitão do Exército trouxe euforia aos mercados, que passaram a vislumbrar a possibilidade da vitória de Bolsonaro no primeiro turno.

Não foi o que aconteceu, mas a votação de Bolsonaro (e também de Haddad) ficou acima do que apontavam as pesquisas e fora do intervalo considerado tolerável pela margem de erro. Na última pesquisa do Ibope, divulgada na véspera da eleição, Bolsonaro tinha 41% dos votos válidos, contra 25% de Haddad.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Mais uma para a lista

Empresa de shoppings Almeida Junior faz pedido de IPO na CVM

Acionista vendedor é Jaimes Bento Almeida Júnior, fundador da empresa

Seu Dinheiro na sua noite

Um brilho no futuro da Oi

Em recuperação judicial desde 2016 e com uma dívida bilionária, a Oi é uma empresa que divide a opinião de analistas do mercado. Para uns, as ações da tele representam uma aposta de risco, porém com chances de render uma bolada caso o turnaround seja bem-sucedido. Para outros, no entanto, o risco se mostra excessivo, […]

Olha o dinheiro aí

Conselho de administração do Bradesco aprova pagamento de R$ 490,9 milhões em dividendos complementares

O conselho de administração do Bradesco aprovou nesta segunda-feira (17) o pagamento de dividendos complementares, relativos a 2019, no valor de R$ 490.918.326,17. Nesse total, serão pagos R$ 0,058213963 por ação ordinária e R$ 0,064035359 por ação preferencial do banco. O pagamento ocorrerá em 2 de fevereiro, sem retenção de Imposto de Renda na fonte. […]

Martelo batido

Braskem assina acordo de R$ 40 milhões com Ministério Público do Trabalho e põe fim a ação civil

A Braskem anunciou nesta segunda-feira (17) a assinatura de um termo de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) que visa a implementação de um Programa para Recuperação de Negócios e Promoção de Atividades Educacionais na cidade de Maceió, Alagoas. No total, a empresa vai desembolsar R$ 40 milhões para colocar o programa em […]

Agora vai?

Maia sinaliza que comissão mista da reforma tributária será formada nesta semana

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse acreditar na formação da comissão mista da reforma tributária nesta semana. “Acredito que sim”, respondeu Maia quando perguntado sobre a possibilidade. É esta a expectativa, reforçou, do relator da proposta, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Na semana passada, a secretaria do Congresso Nacional pediu aos líderes da Câmara […]

Recuperação

Com o noticiário corporativo em foco, Ibovespa fecha em alta e retoma os 115 mil pontos

Focado nos balanços trimestrais e nas sinalizações positivas vindas da China, o Ibovespa passou o dia em alta e se recuperou das perdas recentes. O dólar à vista, por outro lado, teve uma sessão mais pressionada e voltou ao patamar de R$ 4,32

Dados do BC

Reservas internacionais subiram US$ 157 milhões no dia 14, para US$ 358,955 bilhões

De acordo com o Banco Central, o resultado é uma consequência da oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas

Novo projeto

Bolsonaro diz que governo está na iminência de mandar a reforma administrativa

Presidente disse que a proposta ainda pode passar por novas alterações ao longo da semana

Na ponta do lápis

Estudo do Banco Central discute objetivos de modalidades de recolhimentos compulsórios

Uma das conclusões é que o nível atual dos compulsórios sobre depósitos à vista está adequado para o cumprimento de sua função

Impacto negativo

Coronavírus pode acentuar enfraquecimento do comércio no 1º trimestre

“O crescimento anual do comércio pode cair no período, embora as estatísticas oficiais para confirmar a hipótese só estejam disponíveis em junho”, disse a instituição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements