Menu
2018-10-28T21:28:31-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Eleições 2018

O que interessa é a formação de governo, diz economista do ABC Brasil

Para Luis Leal, confirmada a vitória é possível que o mercado “ande mais um pouco” e dólar busque a linha de R$ 3,60. Autonomia do BC é medida que pode surpreender

28 de outubro de 2018
21:28

O que interessa para o mercado é a formação do novo governo, dos nomes da equipe, especialmente para o Ministério da Fazenda, Banco Central (BC), e o que Jair Bolsonaro vai falar com relação às privatizações. A avaliação é do economista-chefe do Banco ABC Brasil, Luis Otavio Souza Leal.

Para o economista, confirmada a vitória é possível que o mercado “ande mais um pouco” nesta segunda-feira. Como exemplo, Leal citou o dólar que na sexta-feira foi a R$ 3,65, descolado da cena externa. É possível que dólar caminhe para a linha de R$ 3,60.

De acordo com Leal, a autonomia do Banco Central poder ser uma grande surpresa. A percepção é de que o projeto possa ser aprovado no Congresso, e que isso acabe determinando a permanência de Ilan Goldfajn no comando da instituição pelo período de transição.

“A conjunção dessa independência do BC com a permanência de Ilan pode contrabalancear uma certa frustração com a reforma da Previdência no curto prazo”, disse.

Pelos modelos de autonomia em discussão, presidente do BC e diretores teriam mandatos não coincidentes com o do presidente da República. Assim, Ilan poderia ficar por mais dois anos comandando o BC até a entrada em vigor da nova regra.

Para Leal, a reforma da Previdência não deve andar, pois Bolsonaro teria pouca disposição em levar adiante o modelo proposto por Michel Temer.

Segundo o economista, a Previdência é a reforma mais urgente, mas o candidato pode começar a tratar disso em 2019.

A nova etapa

Agora, diz Leal, começa uma segunda fase no jogo, com o mercado acompanhando de perto a mudança de Bolsonaro candidato para o Bolsonaro eleito e já jogando para frente como será o Bolsonaro presidente.

Quando Bolsonaro era candidato, havia uma complacência com as falas, pois elas eram “coisa de campanha”. Agora, as falas do eleito começam a ganhar contorno de verdade. Como exemplo, Leal cita a fala de Bolsonaro sobre não entregar a geração de energia elétrica para os chineses, quando falou sobre privatizações.

“Isso é bravata ou é o que ele pensa? Qualquer coisa que ele fale será tomada a valor de face”, diz Leal.

 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Conselhos do bilionário

Warren Buffett está otimista com o mercado de ações — e continua em busca de uma grande aquisição

Warren Buffett, um dos homens mais ricos do mundo, divulgou sua carta anual aos acionistas da Berkshire Hathaway, seu conglomerado de investimentos

Impactos no Brasil

Coronavírus faz empresas exportadoras perderem R$ 48 bilhões em valor de mercado

Os temores de que o surto de coronavírus possam afetar a economia global trouxeram impactos às ações de exportadoras de commodities no Brasil

China em foco

BC da China considera mais medidas para aliviar o impacto do coronavírus na economia

A China considera medidas adicionais de flexibilização de políticas para ajudar a aliviar o impacto do novo coronavírus em sua economia, incluindo um ajuste das taxas de depósito de referência, disse Liu Guoqiang, vice-presidente do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês). A China planeja liberar mais liquidez para o sistema financeiro, […]

Recuperação mitológica

Para o Credit Suisse, a Via Varejo é a fênix que renasce das cinzas

O Credit Suisse ainda vê espaço para que as ações ON da Via Varejo (VVAR3) continuem subindo, mesmo após a forte valorização dos últimos meses. Segundo o banco, a reformulação na estratégia e os ganhos de eficiência no e-commerce colocam a companhia à beira de uma virada

O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Cuidado com a ‘perda fixa’

A matéria a respeito da queda da rentabilidade das aplicações mais conservadoras com o novo corte da Selic, jogando-as ao campo da ‘perda fixa’, foi o destaque desta semana no Seu Dinheiro

LIÇÕES DO PAI RICO

Existem quatro tipos de inteligência – e uma delas é a mais importante para ser Dono e Investidor

Uma lição de um curso de fim de semana mudou a minha vida e me ajudou a me preparar para ser dono e investidor – em vez de empregado ou autônomo.

O cliente voltou

EUA retomam importação de carne in natura do Brasil

Até o momento, os americanos vinham comprando apenas carne enlatada do Brasil

Mudou de vez

Grupo Pão de Açúcar conclui migração para o Novo Mercado da B3 e ações PN deixarão de ser negociadas

Empresa anunciou ainda o início da negociação de ADRs na Bolsa de Valores de Nova York

Enfim, a decisão

Azul fecha acordo para a compra da TwoFlex por R$ 123 milhões

Proposta já havia sido comunicada ao mercado em 14 de janeiro deste ano, mas só agora foi definida

Seu Dinheiro na sua noite

Mamãe eu quero, mamãe eu quero dólar…

Quem me acompanha há algum tempo aqui na newsletter já deve me conhecer o suficiente para não se chocar com a revelação que vou fazer a seguir: eu não sou um grande fã de Carnaval. Mas se você curte sair nos blocos que vão invadir as ruas da cidade e fazer outras estripulias nos próximos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements