2019-04-04T13:45:36-03:00
Estadão Conteúdo
Provocação

Trump comemora queda nos preços do petróleo e cita o Fed em tuíte

Presidente americano atribuiu queda nos preços do petróleo às suas políticas e ainda lançou uma provocação ao Fed, banco central dos EUA

25 de novembro de 2018
19:17 - atualizado às 13:45
Donald Trump
Crítico ao aperto monetário que vem sendo realizado pelo Fed, Trump tem lançado uma série de provocações ao BC americano - Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou em seu perfil no Twitter que os preços do petróleo estejam caindo e indicou que isso se deve às suas políticas. Além disso, ele citou o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) no tuíte, ao comentar que a inflação está recuando.

"Tão bom ver que os preços do petróleo estão caindo (obrigado, presidente T). Adicione isso, que é como um grande corte nos impostos, a outras boas notícias econômicas. Inflação indo para baixo (você está ouvindo, Fed?)", escreveu Trump.

Nesta semana, Trump já havia comemorado a queda nas cotações do petróleo, além de ter dito que uma ruptura com a Arábia Saudita provocaria uma forte alta nos preços, o que ele pretendia evitar. Em comunicado emitido pela Casa Branca na terça-feira, o presidente americano reafirmou seu apoio ao governo saudita, ao dizer que os dois países têm trabalhado juntos para "manter os preços do petróleo em níveis razoáveis", algo que, para ele, é "importante para o mundo".

O tombo recente nos preços do petróleo também levou para baixo os rendimentos dos títulos públicos americanos à medida que os investidores acreditavam na menor perspectiva de inflação futura nos Estados Unidos, o que não faria com que o Fed acelerasse o aperto de sua política monetária. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do petróleo WTI passou de US$ 75,30 no início de outubro para US$ 50,42, no menor nível desde outubro de 2017.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Black Friday em números

Varejo cresce 6,3% na Black Friday e vê crescimento de lojas virtuais com e-commerce aquecido; confira dados

Apesar do aumento em relação à Black Friday de 2020, o patamar de faturamento do varejo foi 9,1% inferior ao registrado em 2019

Desdobramentos da crise

Presidente da Latam, Roberto Alvo diz que recusou oferta ‘incompleta’ e ‘insuficiente’ da Azul

O conteúdo dela é confidencial”, afirmou, em entrevista coletiva. Procurada, a Azul não quis comentar

Solana no MB

Exclusivo: Solana (SOL), 5ª maior criptomoeda do mundo, chega Mercado Bitcoin com alta de mais de 12.000% no ano

A quinta maior criptomoeda do mundo vem conquistando o mercado porque se coloca como uma blockchain alternativa ao ethereum (ETH)

Pandemia em curso

Variante ômicron da covid-19 já está em dez países, mas chefe da associação médica da África do Sul vê “sintomas médios” da doença em estudo preliminar

Até o fechamento desta matéria, não haviam informações sobre infecções por essa variante da covid-19 nas Américas