2019-04-04T14:00:44-03:00
Estadão Conteúdo
Impacto forte no setor

Câmara aprova projeto de lei sobre distrato de imóveis com emendas do Senado

Projeto traz regras para os valores a serem pagos no caso de desistência da compra de um imóvel

5 de dezembro de 2018
19:19 - atualizado às 14:00
Câmara dos Deputados
Entre os destaques aprovados na Câmara estão emendas que dão maior clareza aos contratos - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 5, as emendas do Senado ao projeto sobre o distrato de imóveis, que disciplina os valores a receber pelo mutuário na desistência da compra de imóvel. A matéria já havia passado pela Casa em junho deste ano na forma de um substitutivo do relator, deputado Jose Stédile (PSB-RS), e precisou voltar à Câmara após aprovação de destaques pelo Senado. Agora o projeto segue para a sanção do presidente Michel Temer.

Entre os destaques aprovados, estão emendas que dão maior clareza aos contratos e algumas correções de redação no texto. Se o comprador desistir do negócio ou parar de pagar as prestações do imóvel, a construtora ou empresa responsável pela obra vai ficar com até 50% do dinheiro pago pelo comprador.

O texto-base previa o pagamento dessa multa. A penalidade nesse patamar provocou muita polêmica ao longo da tramitação do projeto no Senado, pois muitos parlamentares entenderam que ele seria prejudicial aos consumidores. No entanto, foi mantida. A jurisprudência atual determina uma retenção em torno de 10% a 25% do preço do imóvel.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

EXILE ON WALL STREET

Um foguete de previdência: Qual é a melhor filosofia de investimentos para investir para a sua aposentadoria?

Confira o foguete mais seguro, moderno, diversificado e com maior potencial para te lançar nesta jornada de aposentadoria dos sonhos

SEU DINHEIRO EXPLICA

A Petrobras (PETR4) abriu as portas do inferno: último reajuste dos combustíveis provocou a ira de Bolsonaro, que ameaça a estatal; descubra se PETR4 ainda vale a pena nesse cenário

A petroleira virou alvo de ataques com artilharia pesada após último reajuste no preço dos combustíveis, que elevou o valor da gasolina em mais de 5% e o do diesel em 14%; descubra se a estatal é mesmo responsável por esse crime contra o seu bolso

VAGAS DA SEMANA

Nubank está com mais de 30 vagas abertas; confira as principais oportunidades da semana

As vagas de emprego na fintech são para as áreas de finanças, tecnologia e produtos, além dos programas exclusivos para negros e PCDs

Estatal sob investigação

Petrobras (PETR4) é alvo de mais uma investigação: MP-RJ suspeita de improbidade no reajuste dos combustíveis

A estatal já está envolvida em onze processos comandados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE)

QUANDO PARECE QUE VAI ANDAR…

Terceira via congestionada: Impasse regional entre MDB e PSDB trava anúncio de Tasso como vice de Simone Tebet

Aliados de Simone Tebet no MDB gaúcho e também líderes tucanos cobram que a senadora assuma pessoalmente a articulação, mas ela resiste

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies