Menu
2018-12-17T17:21:10-02:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Nova carteira

BR Distribuidora deve entrar no Ibovespa a partir de janeiro

Chegada ao principal índice da bolsa ocorre um ano depois da oferta inicial de ações feita pela companhia

17 de dezembro de 2018
17:02 - atualizado às 17:21
Petrobras BR
Ação já havia sido incluída na primeira prévia, divulgada em 4 de dezembroImagem: Shutterstock

Um ano depois de ter feito sua estreia na bolsa com uma oferta inicial de ações, a BR Distribuidora deve entrar no principal índice da B3. O papel da companhia aparece na segunda prévia do Ibovespa, divulgada nesta segunda-feira, 17. A nova carteira vai vigorar de 7 de janeiro a 3 de maio de 2019.

A ação já havia sido incluída na primeira prévia, divulgada em 4 de dezembro. Segundo a B3, os ativos da BR Distribuidora terão participação de 0,534%. A terceira (e última) preliminar será divulgada em 4 de janeiro de 2019.

Mais uma para a lista

Como nenhuma ação foi excluída, o índice passará a ter 66 ações de 63 empresas. O anúncio dessa lista é importante porque serve de base para as carteiras dos fundos atrelados ao seu desempenho, os chamados Exchange Traded Funds (ETF) e dos fundos passivos. Além disso, o Ibovespa também serve como uma espécie de guia dos grandes investidores locais e internacionais na hora de montarem seus investimentos.

Nos cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice são Vale ON (10,856%), Itaú Unibanco PN (10,796%), Bradesco PN (8,462%), Petrobras PN (6,899%) e Petrobras ON (4,961%).

Para efeitos de comparação, os ativos que apresentaram o maior peso na composição da carteira anterior do índice, válida de 3 de setembro de 2018 a 4 de janeiro de 2019, foram: Vale ON (12,886%), Itaú Unibanco PN (10,442%), Bradesco PN (7,180%), Petrobras PN (6,444%) e Ambev (6,421%).

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

balanço do dia

Covid-19: casos sobem para 15,5 milhões e mortes, para 432,6 mil

O total de vidas perdidas durante a pandemia subiu para 432.628. Entre ontem e hoje, foram registradas 2.211 novas mortes.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mudaram as estações, mas nada mudou na bolsa

Quem olha para o saldo do Ibovespa na semana pode achar que os últimos dias foram um marasmo. O índice, afinal, ficou praticamente estável — uma quase desprezível queda de 0,13%. “Mas eu sei que alguma coisa aconteceu / tá tudo assim, tão diferente”, já dizia a música. E é verdade: nada mudou na bolsa, […]

Fechamento da semana

Inflação americana e minério de ferro vivem ‘dias de luta e dias de glória’, monopolizando a semana; dólar avança e bolsa recua no período

O minério de ferro puxou Vale e siderúrgicas para cima – mas depois derrubou. A inflação americana também assustou, mas conseguiu acalmar o ânimo dos investidores. Confira tudo o que movimentou a semana

Engordando o caixa

Petrobras gera US$ 2,5 bilhões com desinvestimentos em 2021; venda mais recente é para fundo árabe

E a estatal não deve parar por aí, pois o diretor financeiro da empresa já reafirmou a intenção de continuar com o programa de venda de ativos

Em evento do BofA

Presidente do BC revela preocupação com análise de autonomia no STF e planos para PIX internacional

Campos Neto e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm conversado com ministros da Corte sobre os questionamento acerca do tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies