Menu
2019-04-04T13:41:42+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Reforma só no segundo semestre e sem o R$ 1 trilhão do Paulo Guedes

Pesquisa do Bank of America Merrill Lynch mostra investidores otimistas, mas querendo progresso em outras áreas além da Previdência. Bovespa deve ir acima dos 110 mil pontos

19 de março de 2019
13:11 - atualizado às 13:41
Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

Em sua pesquisa com gestores voltados à América Latina, o Bank of America Merrill Lynch capta um sentimento positivo com relação ao Brasil e firme aposta no mercado de ações, com o Ibovespa acima dos 110 mil pontos até o fim do ano, dólar mais barato e juros (Selic) estáveis ou mais baixos.

Os riscos para esse cenário benigno estão na agenda de reformas, algo citado por 60% dos participantes, o dobro da pesquisa feita no mês passado. Assim, os riscos externos, como China e um dólar, mais forte estão menos relevantes.

Especificamente sobre Brasil, 31% dos gestores acreditam que a perspectiva para o país ficaria ainda melhor se ocorresse progresso em outras reformas, com autonomia forma do Banco Central e reforma tributária.

Previdência

Todos os gestores pesquisados acreditam na aprovação da reforma da Previdência, mas há variações com relação ao prazo de aprovação e economia esperada. Cada vez menos gestores acreditam em aprovação no primeiro semestre, com a pesquisa atual captando 80% de citações para o segundo semestre, era 61% no mês passado.

Também parece existir uma maior aceitação com uma diluição da economia prevista, mesmo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, praticamente implorando por seu R$ 1 trilhão de impacto em todas suas aparições púbicas.

Para mais de 90% da amostra, uma economia de R$ 700 bilhões seria considerada “positiva”, o que implicaria em uma diluição de cerca de 30%. Apenas 12% acham que uma economia de R$ 400 bilhões, como a proposta pelo governo Michel Temer, seria “positiva”.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Bovespa e dólar

Entre os pesquisados, 38% ainda planejam ampliar sua posição em ações e para 78% deles, essa classe de ativos terá desempenho melhor (outperform) nos próximos seis meses, contra 64% da sondagem anterior.

O Ibovespa, principal índice da B3, deve ir acima dos 110 mil pontos até o fim do ano e para 75% a taxa de câmbio deve estar abaixo de R$ 3,80. Em fevereiro, no entanto, era maior o número de gestores que acreditam em Ibovespa acima dos 120 mil pontos.

Para a taxa Selic, atualmente fixada em 6,5% ao ano, 81% dos gestores esperam juro entre 6% e 7,5% até o fim de 2019, e para 78% dos participantes o Brasil recupera o “grau de investimento” até o fim do governo Jair Bolsonaro (2022).

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 14 de março, com 119 participantes nas pesquisas regionais, responsáveis por US$ 261 bilhões em ativos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Reviravolta na trama

Após uma temporada no mundo invertido, a Netflix voltou a brilhar no terceiro trimestre

A Netflix reportou um crescimento surpreendente no lucro líquido e uma recuperação no total de novos assinantes pagos — resultados que agradaram o mercado

Voos mais altos

Azul vai expandir rotas internacionais, mas não anuncia agora por causa do dólar

O executivo frisou, porém, que o foco da Azul está no mercado doméstico – a intenção é “elevar” o nível do Brasil em termos de conectividade aérea

De olho no crédito

BC lança nova página sobre informações do mercado imobiliário

O Banco Central explica que a nova publicação é resultado da compilação de informações recebidas pelo Banco Central através do Sistema de Informações de Créditos (SCR), Sistema de Informações Contábeis (Cosif), Direcionamento dos Depósitos de Poupança (RCO) e dados das entidades de depósito e registro de ativos

Colocando os pingos nos "is"

Não houve pressão para capitalizar companhia, diz presidente da Eletrobras

Ele defendeu que, se o governo efetivamente quisesse os recursos da Eletrobras, seria mais fácil realizar diretamente a capitalização dos cerca de R$ 4 bilhões de Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFACs) e com esse recurso pagar os dividendos, alternativa em que a União receberia um volume maior de recursos

Juros

Selic abaixo de 4%? Itaú Asset acredita em 3,75% em 2020

Descontando a inflação esperada dessa projeção para a Selic, temos juro real próximo de zero. Na verdade, um toquinho de 0,14% ao ano

Vai que vai

É hora delas? Bradesco BBI aposta alto nos números de Unidas e Movida

No setor de locação, todos os três papéis (Localiza, Unidas e Movida) estão com recomendações de compra pela casa, mas a Localiza não está na lista das preferidas do analista Victor Mizusaki

Siga o dinheiro

Fuga de dólares bate US$ 40 bilhões em 12 meses. Surpreso? Não deveria…

Saída de recursos é a maior desde que abandonamos o regime de bandas cambiais em 1999. Desde abril, o BC vem alertando para uma mudança estrutural no mercado de câmbio

Boas novas

Juro baixo faz BlackRock ampliar aposta no Brasil

A projeção é que a Selic baixa empurre investidores para ativos de mais risco, incluindo investimentos no exterior, que ainda engatinham por aqui

dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

novas funções

Relator de MP que permite saque do FGTS vai ampliar forma de aplicação do fundo

Hoje, a lei só permite que o dinheiro seja usado para financiar moradias, saneamento e infraestrutura

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements