Menu
2019-06-19T17:49:43+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Só a reforma não basta

Em audiência, relator diz que reforma da Previdência não resolve tudo e MDB sinaliza voto contra Estados no projeto

Samuel Moreira afirmou que está empenhado na reforma para que o Brasil possa crescer e gerar mais empregos

19 de junho de 2019
15:10 - atualizado às 17:49
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara - Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou nesta quarta-feira, 19, que o seu trabalho à frente da discussão do tema na Câmara não pretende "resolver tudo", mas dar ao governo as condições para que ele possa resolver os problemas do País. Moreira participa da segunda sessão da Comissão Especial de discussão do seu relatório, apresentado na semana passada, sobre a proposta apresentada pela equipe econômica para alterar as regras de aposentadoria no País.

"Trabalhamos com a possibilidade de que a reforma não vai resolver tudo. Ela é para dar condições para que o governo possa resolver as coisas", disse Moreira.

O deputado ressaltou ainda que não integra a base aliada do governo no Congresso, mas destacou que está empenhado na reforma para que o Brasil possa crescer e gerar mais empregos. "Temos que ter um País de ideais, em que a gente possa sonhar um pouco, as pessoas elegem outras pessoas para isso", disse.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

No total, 155 deputados se inscreveram para discursar na comissão especial. Na terça, 50 deles já falaram e, até este momento, 11 parlamentares puderam falar no colegiado nesta quarta.

Cada membro da comissão e líder partidário poderá falar por até 15 minutos. Já os deputados que não são membros da comissão terão 10 minutos para discursar.

MDB contra Estados

Em meio aos debates no Congresso, o deputado João Marcelo Souza (MDB-MA) defendeu que Estados e municípios fiquem de fora da proposta de reforma da Previdência. De acordo com ele, essa posição é defendida pela maioria do MDB, em discussão que foi encaminhada ao líder do partido, Baleia Rossi (SP). Baleia, no entanto, afirma ser pessoalmente favorável à inclusão dos entes federativos na proposta.

"Fica muito difícil a reforma passar - e eu sei que vai ter pressão - se colocarmos Estados e municípios no relatório", disse ele.

A retirada dos governos regionais foi exigência de muitos parlamentares para aprovar a proposta na Comissão Especial. A preocupação dos deputados é que não haja judicialização no futuro.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no entanto, ainda tem esperança de que os entes federativos sejam incluídos na reforma, diante da situação de crise geral nas finanças regionais e do avanço dos gastos de pessoal.

João Marcelo discursou pela manhã, durante a segunda sessão de debates sobre o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) na Comissão Especial que analisa a matéria.

Durante sua fala, o deputado criticou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao dizer que ele se recusa a "ter boas intenções com a reforma", mas quer ter as benesses da medida. "É complicado", disse.

Ele defendeu ainda que a proposta seja aprovada pelo Congresso ainda neste ano, porque, no próximo, o País estará envolvido com as eleições municipais. "Se formos fazer algo que realmente vai fazer a diferença e vai estancar essa sangria, é agora", disse.

Discursos

Às vésperas do feriado de Corpus Christi, o presidente da Comissão Especial, Marcelo Ramos (PL-AM), disse aos poucos presentes na sessão desta quarta que está fazendo adaptações na lista de inscritos para que os deputados que tenham voos marcados para seus Estados possam falar mais cedo.

A comissão fez um acordo para que apenas nesta quarta o deputado inscrito para falar e que não estiver no plenário na hora em que for chamado, não perca a sua vez. Nos demais dias, quem não estiver presente, perde o direito à fala.

A previsão é de que o debate sobre a reforma continue na próxima semana e o relatório seja votado pelo colegiado no fim do mês, mas ainda não há data marcada para a votação da proposta na comissão.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Entrevista

Com juro baixo “estrutural”, Paineiras está otimista com bolsa e título de longo prazo

Gestora que tem 12 anos de história avalia que Selic baixa veio para ficar e que dólar acima de R$ 4 não é impeditivo para valorização do Ibovespa

A Bula do Mercado

Mercado olha para o que vem depois da Previdência

Investidor confia na agenda econômica positiva, com nova pauta das reformas, leilões e privatizações

Dia histórico?

Novela da Previdência deve acabar hoje com final mais feliz que o esperado

Senado termina de votar emendas pela manhã e texto da reforma vai para o segundo turno de votação à tarde

Seu Dinheiro na sua noite

Um novo recorde na maratona da bolsa

No dia 12 de outubro, o queniano Eliud Kipchoge atingiu uma marca considerada por muito tempo impossível para um ser humano: correr os 42 quilômetros da maratona em menos de duas horas. O campeão olímpico dos Jogos do Rio cruzou a linha de chegada em uma prova não-oficial realizada em Viena, na Áustria, com o […]

Mudanças no funcionalismo público

Maia quer iniciar reforma administrativa até a próxima semana na Câmara

Estratégia traçada pelo presidente da Câmara, porém, ainda depende do aval de lideranças e também da equipe econômica

Só falta um passo

Sem mudanças no radar, conclusão da reforma da Previdência pode se estender até quarta-feira

O texto da reforma que será votado prevê uma economia fiscal de R$ 800 bilhões em dez anos

O poder das redes

Facebook, de Mark Zuckerberg, pega Rússia e Irã tentando intervir nas eleições dos EUA em 2020

Notícia vem em meio a uma ofensiva que a gigante das redes sociais tem feito para combater ataques nas eleições mundo afora

Dinheiro na mão mais cedo

Caixa antecipa saque imediato do FGTS. Tudo será pago em 2019

Calendário de saque para não correntistas que iria até março de 2020 foi antecipado. Assim, todo impacto da liberação, estimada em R$ 40 bilhões, acontecerá em 2019

chegando no gigante asiático

Tesla recebe sinal verde para fabricar veículos na China

Ministério da Indústria da China concedeu à montadora do bilionário Elon Musk a autorização para operar

Negócios da educação

Yduqs ganha nova cara e cresce em quantidade e qualidade com compra da dona do Ibmec

Aquisição de R$ 1,92 bilhões é a maior da história da antiga Estácio Participações, que passa a contar com um total de 680 mil alunos, e coloca as ações da Yduqs entre as maiores altas do Ibovespa. Saiba o que os analistas disseram sobre o negócio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements