Menu
2019-06-24T14:01:14+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
resenha com rodrigo

Maia lança podcast e diz que relatório deve ser votado até dia 27

Publicação será semanal e a previsão é de que seja publicado às segundas-feiras nas redes sociais do deputado

24 de junho de 2019
13:32 - atualizado às 14:01
Rodrigo Maia
Presidente da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia - Imagem: Sérgio Dutti/Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, 24, que a Comissão Especial da reforma da Previdência deverá votar o parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) até quinta-feira, 27.

Maia falou em um podcast lançado por ele mesmo nesta segunda-feira. Intitulado "Resenha com Rodrigo", a publicação será semanal e a previsão é de que seja publicado às segundas-feiras nas redes sociais do deputado.

Para Maia, o plenário da Casa poderá analisar a proposta nas duas primeiras semanas de julho. O presidente da Câmara também disse que instalará a comissão especial para analisar a reforma tributária até o fim da semana.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A comissão especial da reforma da Previdência deve encerrar a discussão sobre o relatório nesta terça, 25, e a expectativa é que a votação comece na quarta, 26. Mas como Moreira deverá já apresentar alterações em seu relatório, parlamentares avaliam que será necessário um tempo a mais para que ele seja votado.

Estados e municípios

Estados e municípios  acabaram ficando de fora do texto apresentado pelo relator por falta de apoio suficiente dentre os deputados, mas Maia quer reincluir os entes federativos na proposta.

Maia diz que gostaria de ter o apoio de todos os governadores "porque o Brasil vive um momento muito importante e o fortalecimento da relação do Parlamento com a federação é fundamental nesse momento".

Para ele, ter apoio de prefeitos e governadores é demonstração de maturidade de todos. "Se a gente conseguisse essa grande pactuação da federação com o Congresso, seria um momento histórico", disse Maia.

Lei sobre saneamento

Maia afirmou que a Casa deve começar a analisar uma nova lei sobre saneamento básico ainda no primeiro semestre deste ano e que poderá votá-la até o início de agosto. Um novo texto sobre o tema ainda está sendo elaborado.

"O saneamento é fundamental porque é saúde. Nossos números de redes de esgoto são sofríveis e é importante que possamos avançar nesse texto e também em uma regulamentação moderna", disse o parlamentar.

Para a Educação, ele afirmou que a Câmara estuda novas leis sobre a primeira infância e sobre escolas técnicas. "Estamos fazendo estudo profundo com a Comissão de Educação e com a Frente Parlamentar de Educação. Vamos fazer um almoço nesta semana para tratar disso", contou.

Para a saúde, Maia afirmou que é preciso ter um novo marco legal para o setor privado. "Sabemos que os municípios e os Estados estão falidos. Sabemos que não haverá decisão de curto prazo com eles. Então se a gente criar uma regulação ou até uma desregulamentação para o setor privado, poderemos ampliar a base de brasileiros segurados de 40 milhões para 60 ou 70 milhões, o que reduz a pressão sobre o SUS (Sistema Único de Saúde)", disse.

Para o presidente da Câmara, a atual legislação sobre a saúde privada é "muito desorganizada" e tem muita "amarração", o que aumenta o custo para as empresas e dificulta o acesso das pessoas. "Se tiver uma desregulamentação e o brasileiro que tem uma renda menor e pode estar segurado em parte do que ele gostaria, já é menos pressão no setor publico. É o que eu penso", disse.

Maia afirmou ainda que as parcerias público-privadas são importantes porque os Estados e municípios atualmente não têm condições de bancar seus serviços básicos e o pagamento de seus servidores porque a maioria deles está quebrada.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

De olho no pacto

Proposta sobre pacto federativo começará no Senado, diz presidente da CCJ

Ainda segundo a senadora, o governo já está trabalhando com o tema. “Não poderia ser diferente (o fato de começar pelo Senado), essa é a Casa da Federação. Eles já estão mexendo no pacto”, afirmou a presidente da CCJ

Mudanças à vista

Truxt Investimentos vende parte das ações que detinha do Banco Inter

A instituição financeira destacou que a venda da participação é “estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa do banco”

Seu Dinheiro na sua noite

O falcão está à solta?

Entre os vários contatos que eu tinha nos anos em que escrevi diariamente o sobe e desce da bolsa e dos mercados, havia um experiente tesoureiro de um grande banco. Estava longe de ser a fonte mais bem humorada ou paciente, mas com o tempo ficamos amigos. Eu costumava recorrer a ele naqueles dias em […]

Futuro Embaixador?

Bolsonaro: Indicação de Eduardo como embaixador é juridicamente viável

Porta-voz da Presidência também afirma que Jair Bolsonaro ainda não decidiu sobre indicação do filho ao posto nos EUA

Vish!

Ex-presidentes do IBGE divulgam carta de protesto contra mudança no Censo 2020

Eles acusam a atual direção do instituto de improvisação e alertam para o risco de o próximo Censo deixar de fora 10 milhões de domicílios

Olha a dívida!

Tesouro: União bancou R$ 1,262 bilhão em dívidas de governos estaduais em junho

Embora o custo para a União com essas garantias seja crescente, o Tesouro está impedido de bloquear os repasses para Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás

Dados semanais

Balança tem superávit de US$ 695,509 milhões na segunda semana de julho

Em julho, o superávit acumulado é de US$ 1,819 bilhão. Já no total do ano, o superávit é de US$ 27,895 bilhões

reconciliação

Avaliação positiva de Bolsonaro salta de 14% para 55% entre agentes de mercado

Sondagem da XP Investimentos também mostra melhora na percepção com relação ao Congresso, Previdência na casa de R$ 850 bilhões e Ibovespa em 120 mil pontos

320% do PIB

Dívida global sobe a US$ 246 trilhões e endividamento de emergentes bate recorde

Instituto Internacional de Finanças (IIF) mostra que quanto menor o juro, maior o endividamento mundial, que está para bater o recorde visto no começo de 2018

Os detalhes sobre a nova cripto

Facebook: Libra não envolve política monetária nem competirá com bancos centrais

Segundo ele, a associação terá políticas para combater o uso da moeda para lavagem de dinheiro e financiamento de atos terroristas, entre outras questões de segurança nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements