Menu
2018-10-09T10:13:20+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Estrangeiro voltou a comprar dólar no pregão de ontem

Movimentação foi pouco expressiva, mas elevou “aposta” do estrangeiro a US$ 38 bilhões

9 de outubro de 2018
10:13
Dólar
Imagem: Creative Commons/Pixabay

Pela oscilação e comportamento de preço do dólar se esperava uma movimentação maior no mercado futuro de moeda americana no pregão de segunda-feira, que marcou o ajuste de posições após o primeiro turno das eleições. Mas os dados da B3 contam outra história.

Os investidores estrangeiros, que carregam a maior posição em dólar futuro e cupom cambial (DDI, juro em dólar), fizeram um modesta compra de US$ 124,5 milhões, elevando seu estoque de posição comprada a US$ 37,945 bilhões. Para dar um parâmetro, na abertura do mês chegamos a ver uma venda de US$ 8 bilhões em apenas dois pregões.

Os grandes vendedores de moeda foram os fundos de investimento, com US$ 854,7 milhões. Com isso, ampliaram a posição vendida para US$ 21,1 bilhões.

Os bancos também atuaram na ponta de compra. Foram US$ 637 milhões, que reduziram marginalmente a posição vendida para US$ 19 bilhões.

O dólar terminou o dia com queda de 2,4%, negociado a R$ 3,76, menor cotação em dois meses. Como o preço é determinado por essas negociações no mercado futuro, essa tímida movimentação sugere algum cautela dos investidores, que pode (ou não) se confirmar nos próximos pregões. O feriado no mercado americano pode ser uma das explicações.

A avaliação sobre possíveis perdas e ganhos com as posições é sempre feita em tese, pois não sabemos a que preço a compra ou venda foi feita. Além disso, esses agentes podem ter posições em moeda estrangeira no mercado à vista e em derivativos de balcão. Bancos, por regra, não podem ter exposição cambial direcional. É uma medida prudencial.

Ibovespa Futuro

Com a bolsa registrando o melhor pregão do ano e volume recorde na linha dos R$ 30 bilhões, a movimentação com contratos futuro do Ibovespa foi intensa.

O não residente vendeu quase 37,5 mil contratos, reduzindo sua posição comprada líquida a 50.688 contratos.

Na ponta de compra estavam os fundos de investimento, que tomaram mais de 40,6 mil contratos. Com isso, a posição líquida vendida caiu a 50.875 contratos.

Tanto os fundos quando os estrangeiros estão mais “leves” em Ibovespa futuro, com as menores posições líquidas desde o começo de junho. Vale lembrar que a posição era muito mais “pesada” no fim de setembro. Os fundos estavam vendidos em 180.809 contratos e os estrangeiros comprados em 174.785 contratos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

um unicórnio entre os jovens

Tiktok: o app que faz sucesso entre a geração z e fez da sua dona a startup mais valiosa do mundo

ByteDance é considerada a startup com o maior valor de mercado do mundo – são US$ 75 bilhões; estratégia se divide em diversas frentes, incluindo um app que ganha cada vez mais força entre jovens nascidos em meados dos anos 90 para cá

guerra comercial não para

Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China

Anúncio chinês de elevar as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou o presidente dos EUA enfurecido

analisando a conjuntura

Recuperação esperada da economia global não aconteceu, diz presidente do Banco da Inglaterra

Mark Carney falou logo depois que o presidente Trump anunciou que estava endurecendo as tarifas sobre as importações chinesas

vem mais mudanças por aí?

Equipe econômica estuda atrelar remuneração da poupança à inflação

Após criar crédito imobiliário corrigido pelo IPCA, governo quer dissociar a rentabilidade da caderneta da Selic, para que a poupança acompanhe os indicadores usados nos empréstimos para a compra da casa própria

bombou na semana

MAIS LIDAS: Loucura, loucura, loucura!

De todos os programas criados pelos governos petistas, um dos mais polêmicos sem dúvida é o Bolsa Empresário, como ficou conhecida a política de financiamentos do BNDES a grandes empresas com juros bem camaradas. A estimativa é que os subsídios, ou seja, os recursos públicos usados para tornar esses empréstimos mais baratos, superaram os de […]

dinheiro na conta

Zuckerberg vende US$ 296 milhões em ações do Facebook em um mês

Desde abril, o CEO do Facebook não disponibilizava os papéis que detinha ao mercado; no ano, o bilionário vendeu 2,9 milhões de ações

olhos lá na frente

SulAmérica vende operações à Allianz por R$ 3 bi e ganha fôlego para crescer

Investimento é o maior já feito pela seguradora no Brasil e a coloca no patamar mais alto do que já teve

acusação de jornal

Amazon vende milhares de produtos irregulares nos EUA

Wall Street Journal diz que identificou na loja online brinquedos e medicamentos que eram vendidos sem os devidos avisos sobre os riscos de saúde a crianças

na tv

Bolsonaro pede que incêndio não seja pretexto para sanções ao Brasil

Em tom mais ameno, presidente disse em rede nacional que número de queimadas está “na média”, mas que governo atuará para conter os focos

Novas regras

Afinal, quanto rende o FGTS? Saiba o que mudou no retorno do fundo

Com nova regra de remuneração, fundo de garantia pode superar a caderneta de poupança, mas retorno não é garantido

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements