Menu
2018-09-22T11:02:06+00:00
Eleições 2018

IBOPE: feito de Haddad coloca sombra sobre Bolsonaro

Candidato do PT subiu 11 pontos e atingiu 19% das intenções de voto; Bolsonaro tem 28%

19 de setembro de 2018
6:54 - atualizado às 11:02
Fernando Haddad
Petista cresceu 11 pontos na corrido, mas Bolsonaro continua à frente na corrida ao Planalto.Imagem: Shutterstock

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, oscilou dois pontos percentuais para cima e chegou a 28% na pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, divulgada nesta terça-feira (18). Fernando Haddad (PT) subiu 11 pontos em uma semana e se isolou no segundo lugar, com 19%.

Na sequência, aparece Ciro Gomes (PDT), com os mesmos 11% da semana anterior. Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou dois pontos para baixo, de 9% para 7%, e Marina Silva (Rede) caiu de 9% para 6%. Haddad avançou em todas as regiões, especialmente no Nordeste, onde foi de 13% para 31% das intenções de voto.

'Nem pensar'

O candidato do PSL mantém o maior índice de rejeição, com 42%, praticamente o mesmo índice da semana anterior (41%) - o do petista foi de 23% para 29%.

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro está tecnicamente empatado com Haddad (40% a 40%), Ciro (39% a 40%) e Alckmin (38% a 38%). Marina é a única que perde do deputado fora da margem de erro.

É útil?

A pesquisa também sondou a tendência de “voto útil” e 43% dos entrevistados disseram que são “baixas” ou “muito baixas” as chances de votar em um candidato que não seja de sua preferência para evitar que outro ganhe.

Depois da facada

Essa é a segunda pesquisa Ibope depois do incidente em que Bolsonaro foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG) durante evento de campanha. Desde então, ele subiu de 22% para 28%.

Avanço no Nordeste

Haddad subiu em praticamente todos os estados, mas de forma ainda mais expressiva no Nordeste, onde passou de 13% a 31% e assumiu liderança isolada. Por lá, Ciro e Bolsonaro empatam em segundo lugar, com 17% e 16%, respectivamente.

E no Sudeste, em partes

No Sudeste, o petista subiu de 6% a 15% nas intenções, mas continua atrás de Bolsonaro, que ainda é o favorito, com 29%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Próximos passos

Banco dos BRICS quer trabalhar com mais empréstimos em moedas locais

NDB tem como foco o financiamento de projetos no Brasil, na Rússia, na Índia, na China e na África do Sul

Trato feito

Grupo Prumo e Siemens AG assinam acordo de cooperação em projetos de energia

Assinatura ocorreu durante a reunião do BRICs, em cerimônia que contou com a presença dos principais executivos das companhias envolvidas

Ficou difícil

Negociação EUA-China trava por questão de compras agrícolas, dizem fontes

Impasse sobre agricultura cria outro obstáculo no caso, conforme Pequim e Washington tentam fechar a fase 1 do acordo

Mantendo relações

Bolsonaro confirma viagem à Índia em janeiro de 2020

Mais cedo, presidente teve reunião com o presidente da China, Xi Jinping, para a assinatura de acordos bilaterais

Hora de comprar

Quer uma ação com potencial de alta de 20%? o J.P. Morgan recomenda a Totvs

Apesar de as ações ON da Totvs já acumularem ganhos de mais de 125% em 2019, o J.P. Morgan ainda vê espaço para valorização nos papéis até o ano que vem

Reação do mercado

C&A frustra expectativas em primeiro balanço após IPO e ações caem forte

Um dos pontos que chamaram a atenção no balanço da companhia foi o fato de que o lucro líquido fechou o terceiro trimestre com queda de 40,5%, ante o mesmo período de 2018, assim como o fato de que a companhia perdeu poder competitivo e houve desaceleração das vendas nas mesmas lojas

Tribunal da concorrência

Cade vai revisar compra da Fox pela Disney, já que Fox Sports não foi vendida

Em sua sentença, o tribunal concorrencial condicionou a aprovação do negócio à venda do canal Fox Sports, o que não ocorreu até agora

Dá-lhe recuperação

Lucro das três maiores estatais brasileiras no ano até setembro atinge o maior valor em 26 anos

Resultado de R$ 52,065 bilhões em 2019 é 53% superior ao acumulado no mesmo período de 2018, de R$ 33,966 bilhões

Entrando dólares

Fluxo cambial total em novembro até dia 8 é positivo em US$ 256 milhões

Resultado inicia o mês positivo depois de encerrar outubro com saídas líquidas de US$ 8,494 bilhões

Precisa melhorar isso aí

Em reunião em Brasília, representantes dos BRICS dizem que cooperação do grupo está aquém do potencial

Grupo realiza nesta quarta-feira uma série de encontros e debates em Brasília para decidir os seus próximos passos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements